NOVO EPISÓDIO DA SÉRIE “SOUND WAVES”, DA WSL, CONTA A HISTÓRIA DE FILIPE TOLEDO COM A FAMÍLIA E NAS COMPETIÇÕES

Momentos de pura adrenalina do atleta e no dia a dia com a esposa, os filhos e os pais mesclam o episódio, que faz uma imersão na vida pessoal e profissional de Filipinho
A WSL traz o novo episódio de Sound Waves com Filipe Toledo (crédito Kelly Cestari/WSL)

 

Novembro de 2020 – A World Surf League (WSL) reforça o seu propósito de levar informações e entretenimento aos fãs do surfe em todo o mundo com um novo episódio da série “Sound Waves”, agora estrelado pelo surfista brasileiro Filipe Toledo, o Filipinho, 4º no ranking mundial. Produzida pelo WSL Studios e com o patrocínio da Jeep, a série tem mostrado a vida pessoal e as preparações de atletas do esporte para as competições.

E nesse novo episódio não é diferente. Filipinho, a esposa Ananda e os filhos Mahina e Koa, além dos pais do atleta, Ricardo e Mari Toledo, aparecem em cenas mostrando momentos íntimos em família, imagens de algumas conquistas históricas na carreira recente do atleta, preparação para os desafios que irá enfrentar nos próximos meses e até um período difícil que o atleta passou, em 2019, mas conseguiu superar com muita determinação.

Da casa da família em San Clemente, na Califórnia (EUA), às competições em que o atleta da elite do surfe mundial tem participado, o episódio mescla os momentos de ternura da vida familiar com cenas de pura adrenalina de Filipinho durante grandes disputas.

Os destaques são suas performances no Quicksilver Pro Gold Coast, na Austrália, em 2015; a vibração e alegria quando sagrou-se campeão na etapa Oi Rio Pro, em Saquarema, Rio de Janeiro, em 2019; e a vitória no Rumble at The Ranch, nas ondas perfeitas de Surf Rach, em Lemoore (Califórnia), quando marcou o retorno do surfe competitivo, após seis meses, em agosto de 2020.

O episódio está na plataforma da WSL na internet:https://bityli.com/hkVwI

Surfe no DNA – Natural de Ubatuba, no litoral paulista, Filipe Toledo carrega o surfe no DNA, uma vez que seu pai (Ricardo) já foi bicampeão brasileiro. Estreou no CT (Championship Tour) em 2013 e, desde então, vem mostrando sua evolução como atleta e conquistando vitórias importantes, em um total de oito em sua carreira. A paixão pelo esporte é tamanha que, em 2014, quando sua carreira decolou, convenceu toda a família a se mudar para Califórnia para melhor se dedicar aos treinamentos focados no Circuito Mundial. O atleta integra a elite do surfe mundial e, no ano passado, ficou em 4º no ranking, atrás apenas dos brasileiros Ítalo Ferreira (1º) e Gabriel Medina (2º) e do sul-africano Jordy Smith (3º).

Sobre a World Surf League (WSL) – Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surfe do mundo. Empresa global de esportes, mídia e entretenimento, supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo. Com sede em Santa Mônica, Califórnia (EUA), possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surfe profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave. Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de TV sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo são distribuídos na TV linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídias digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System. A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo. Mais informações, visite WorldSurfLeague.com.

Publicidade:
Anterior Diabetes e as amputações nos membros inferiores, como prevenir?
Esta é a notícia mais recente.