Aprenda a como cuidar dos dentes após os 60 anos


Photo created by pressfoto - www.freepik.com

Os cuidados com a saúde bucal são essenciais em todas as idades da vida, mas quando chega a terceira idade é necessário redobrar as atenções ao cuidar dos dentes.

Afinal, como indica uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2013, mais de 40% dos idosos chegam aos 60 anos sem nenhum dos dentes. 

Além disso, é na terceira idade que problemas como falta de saliva, enfraquecimento da raiz dos dentes e sensibilidade podem ocorrer, por isso é tão importante cuidar dos dentes nessa fase da vida.

É comum que na terceira idade ocorra o uso de dentaduras e implante dental.

Devido a isso, é preciso prestar mais atenção ainda na higiene, realizando a limpeza da dentadura sempre após as alimentações, verificando a situação das gengivas e qualidade dos implantes, bem como utilizar fio dental e ter o acompanhamento de um dentista.

Outro problema comum nessa fase é a sensibilidade.

Na prática, ela surge devido a diminuição de saliva que acontece com a idade e, sem a saliva, os dentes ficam menos protegidos, pois ocorre a diminuição de cálcio e fosfato. 

Assim, se com o uso do creme dental e escovação corretas não houver melhora, procure um dentista, pois pode ser cáries ou rachaduras nos dentes. 

Para evitar que problemas como esse ocorram, é importante seguir alguns cuidados e se prevenir. 

Cuidados com os dentes 

Como dito anteriormente, é preciso se atentar a alguns hábitos para garantir a saúde dos dentes, principalmente na terceira idade. Para ajudar nesse aspecto, separamos as dicas em alguns âmbitos. Confira a seguir:

Mantenha-se hidratado 

Beber água auxilia na produção de saliva, que é um fluido essencial para manter a proteção dos dentes, possuindo cálcio e fosfato; além de diminuir o crescimento de bactérias.

Escovas dentária

Naturalmente as gengivas são sensíveis e, com o passar do tempo e com a escovação de forma incorreta, elas ficaram mais frágeis. Por isso é preciso utilizar escovas de cerdas macias.   

Além disso, é preciso identificar a escova mais adequada para sua necessidade. 

Afinal, assim como há escovas específicas para quem usa aparelho dental transparente, bem como uma apenas para o alinhador, dentes sensíveis e dentaduras demandam a escolha correta também.

Pasta de dente e fio dental

Utilize pastas de dente com flúor, mesmo com cautela, pois ajudam no fortalecimento e na prevenção de cáries.

Se a sensibilidade estiver muito forte, procure por pastas próprias para dentes sensíveis e redobre os cuidados com o fio dental. 

Evite fumar 

O hábito de fumar, além de prejudicar a saúde, afeta os dentes e pode gerar doenças como gengivite, periodontite, piorar a secura na boca e influenciar nas manchas amarelas, deixando os dentes mais fracos. 

Cuide da saúde no geral  

É preciso cuidar da saúde de forma geral. Afinal, alguns problemas dentários estão relacionados diretamente a outros problemas de saúde, como diabetes, hipertensão e câncer.

Por isso, é necessário manter os exames em dia e visitar regularmente o médico, assim o seu sorriso também estará seguro. 

Visite o dentista 

Um dos cuidados mais importantes é manter as visitas ao dentista em dia. Para isso, é recomendado ir de seis em seis meses para fazer um acompanhamento. Assim que houver algum problema dentário, será possível fazer um diagnóstico inicial e correto. 

Com a orientação correta, o seu dentista poderá te explicar sobre métodos de amenizar os incômodos que podem surgir com a idade e minimizar seus efeitos. 

Por exemplo, com a sensibilidade dos dentes, bem como para pessoas que sofrem com a tensão entre eles, eles se tornarão mais frágeis e uma maneira de protegê-los é utilizar um molde para amenizar os impactos das mordidas na alimentação. 

Cuidados com a dentadura e implantes

A prótese total móvel é uma das maneiras de manter o conforto e a praticidade após a perda de alguns ou de todos os dentes. 

Com as novas tecnologias, é possível encontrar dentaduras totalmente naturais e que não incomodem. Mas assim como os dentes naturais, é necessário ter cuidados básicos com a sua peça.

Por exemplo, é essencial manusear de forma correta e nunca deixar cair ou dobrar, já que são objetos sensíveis que podem sofrer danos facilmente. 

A colocação e remoção precisam ser feitas delicadamente e com a técnica certa. Para isso, utilize os polegares e indicadores e puxe para baixo ou para cima, nunca aperte ou dobre. 

Retire-as para dormir e guarde-as em um copo com água morna. Faça a higienização correta após cada alimentação e sempre lembre de escovar sua dentadura, assim você irá preservá-la por mais tempo, sempre bonitas e limpas.  

Já em relação à prótese sobre implante dentário, é comum que sejam inseridos quando há resistência no maxilar e houve a perda de poucos dentes.

Nesse caso, os cuidados devem ser os mesmos que os tomados com os dentes naturais, pois estarão em contato direto com a arcada dentária e gengiva.

Conclusão

É possível ter um sorriso bonito e saudável na terceira idade, seja com dentadura, dentes naturais ou próteses. 

Uma boa opção para quem quer manter os dentes e melhorar sua aparência é a lente de contato dental, que é uma película colocada sobre os dentes e as protege, contribuindo com a redução de manchas e permitindo um sorriso mais bonito. 

Já está concebida a ideia de que as dentaduras e implantes são acessórios presentes na terceira idade.

Contudo, essa é uma ideia equivocada, pois com os cuidados necessários é possível manter os dentes naturais e saudáveis até o final da vida. 

Seguindo nossas dicas e mantendo uma higiene bucal correta, a vida dentária após os 60 anos será tranquila e saudável. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

Publicidade:
Anterior Tenente Coimbra defende proibir "linguagem neutra" em instituições públicas e privadas
Próxima A importância de aprender inglês desde cedo