5 dicas para manter a motivação e praticar exercícios físicos em casa durante o isolamento social


As novas medidas restritivas contra a Covid-19 em diversos estados, com o intuito de intensificar o isolamento social, evitam que as pessoas saiam de casa, e as rotinas de trabalho, lazer e prática de atividades físicas são afetadas. Por isso, mais do que nunca, é um momento crucial para preocupar-se com a própria saúde física e mental, colocando em prática o autocuidado.

Fazer exercícios físicos regularmente é um hábito saudável que pode trazer benefícios por toda a vida. Em momentos desafiadores como esse, é importante manter o ritmo de treinamento durante o período em casa.

“Ganhar condicionamento demora, mas perdê-lo é muito mais rápido. Ao parar de se exercitar, é preciso muito mais esforço para voltar à forma”, explica Dr. Emeka Okorocha, embaixador do  Freeletics, aplicativo líder em exercícios físicos e estilo de vida com uso de inteligência artificial. “Além disso, cultivar hábitos saudáveis é uma das formas de melhorar o sistema imunológico”, completa.

Para ajudar a tornar a prática de exercícios uma rotina durante esse período, Okorocha listou cinco estratégias que podem ser adotadas quando há pouca motivação para treinar.

1. Encontre uma nova playlist ou músicas que o façam sentir-se animado: não subestime o poder da música. A música é um intensificador de humor incrível e também pode pressioná-lo mais enquanto você está se exercitando.

“Músicas animadas e de ritmo rápido e canções com letras inspiradoras podem realmente ajudar a motivá-lo e colocá-lo com disposição para fazer exercícios. Atualizar sua lista de reprodução com frequência e adicionar novas músicas também pode motivá-lo para o treino”, destaca.
2. Mantenha seus treinos variados e empolgantes: é realmente fácil entrar na rotina de repetir o mesmo treino indefinidamente, mas isso pode se tornar extremamente tedioso.

“Para superar a monotonia, experimente mudar seu regime de exercícios para incluir treinos diferentes, o que não apenas eliminará o tédio, mas manterá seu corpo adivinhando e acelerando os resultados”, explica Okorocha. “Se você não tem certeza de por onde começar ou gostaria de deixar de pensar em mudar de treino, o Freeletics pode ser realmente benéfico. Com uma quantidade quase infinita de combinações de treino, você nunca precisará fazer o mesmo treino duas vezes”, pontua.
3. Não pense demais, faça os exercícios no início do dia e da semana, antes que sua mente possa persuadi-lo: um treino curto, como uma corrida ou uma sessão de HIIT de 15 minutos, pode ser uma das melhores maneiras de começar o dia. Não só aumenta a produtividade e libera endorfinas, como também pode impulsionar o metabolismo para o dia seguinte.

“Praticar exercícios pela manhã também ajuda a eliminar desculpas; simplesmente levantar e fazer tudo antes de ter tempo de se convencer do contrário é uma ótima maneira de ajustar a forma ao seu dia, não importa o quão ocupado você esteja”, aconselha Okorocha.
4. Monitore seu condicionamento físico e deixe que suas pequenas vitórias o motivem: definir metas realistas e recompensar a si mesmo por suas pequenas vitórias pode motivá-lo a continuar.

“Não há mal nenhum em definir uma grande meta, mas divida-a em metas menores para que você possa comemorar suas conquistas e progresso com frequência”, destaca.

5. Compita com um amigo ou pessoas em sua casa para adicionar um elemento para motivá-lo: um aspecto subestimado de malhar é ter companhia ao fazê-lo.

“Pedir a um amigo para me acompanhar em um treino (virtualmente, é claro) pode ser o impulso que preciso. Os amigos não só podem motivá-lo a trabalhar melhor, com mais empenho e inteligência, mas também podem forçá-lo a entrar na rotina. Os amigos também podem trazer novas ideias, tornar os exercícios mais divertidos e motivá-lo a continuar o bom trabalho”, finaliza Okorocha.

Sobre o Freeletics

O Freeletics foi fundado em 2013 com a missão de desafiar e inspirar as pessoas a se transformarem na melhor versão de si mesmas, tanto mental quanto fisicamente. Desde então, a empresa se tornou líder em coaching de treino e estilo de vida com uso de Inteligência Artificial (IA). Hoje o Freeletics conta com 51 milhões de usuários em mais de 160 países. O aplicativo Freeletics não é apenas o aplicativo fitness nº 1 da Europa, mas também oferece a mais avançada tecnologia de IA do mercado. Ele coloca um personal trainer no seu bolso, permitindo que você treine a qualquer hora, em qualquer lugar, com planos e exercícios super personalizados. Sua tecnologia de IA permite que o aplicativo aprenda com seus 50 milhões de usuários e seus feedbacks individuais, para atender a todos de forma personalizada. Assim, são desenvolvidas Training Journeys inteligentes e projetadas de forma exclusiva para cada usuário, até o último exercício.

Para mais informações sobre o Freeletics, acesse www.freeletics.com. Para baixar gratuitamente o aplicativo Freeletics, visite a App Store ou a Google Play Store. Para ganhar uma assinatura e testar o aplicativo, por favor, entre em contato.

Anterior SENAI-SP traz dez dicas para economizar com o combustível
Próxima Afinal, o chiclete é aliado ou vilão da saúde bucal?