CUIDADOS COM A HIGIENE DOS CACHORROS DURANTE O INVERNO

Saiba como manter os principais cuidados com a higiene do cachorro no inverno

Com a chegada do inverno, é comum alguns tutores se perguntarem como é possível manter uma boa higiene de seus pet. Afinal, eles precisam de cuidados até mesmo em dias mais gelados.

O inverno também é a época em que os pets podem estar mais sensíveis a contrair ou desenvolver algumas doenças.

Para a saúde do seu animal de estimação se manter adequada é necessário que, além dos cuidados com alimentação e vacinação, a higiene também seja prioridade.

É preciso entender que a higiene não é apenas banhos a cada 15 dias. Embora esse momento seja importante, existem outros hábitos extremamente necessários, explica a veterinária Lívia Romeiro da Vet Quality Centro Veterinário 24h.

Diferenças entre higiene humana e animal

Os humanos têm que manter uma rotina de higiene e, diferente dos cães, esses cuidados precisam ser diários.

Quando se fala em higiene canina, é importante saber que algumas bactérias existentes no corpo do pet são benéficas.

Algumas delas têm uma boa contribuição para o sistema imunológico deles. Sendo assim, acabam protegendo o cão de doenças ou infecções.

Quando o animal toma muitos banhos, essa proteção pode ser quebrada. Deixando-o mais vulnerável e propenso a desenvolver doenças de pele, afirma Livia. Mas não é por isso que devemos deixar os cuidados com o nosso animal de estimação de lado, apenas é necessário ter um controle.

Principais cuidados com a higiene dos cães no frio

Assim como algumas precauções no verão, a higiene do cachorro no frio deve ser mantida, como:

Escovação

Apesar de muitos tutores não terem tanto cuidado com a saúde bucal do pet, ela é essencial para evitar certos problemas na boca do animal.

Com isso, é de grande importância criar um hábito frequente de escovar os dentes dos pets, mesmo nos dias mais frios.

Para manter uma rotina de limpeza nos dentes, é preciso utilizar produtos que sejam voltados diretamente para animais de estimação, nada de usar produtos humanos para limpar os dentes do seu amigo de quatro patas.

Banho e tosa

Outro cuidado que deve ser mantido no inverno é o cuidado dos pelos. Banhos e tosas não devem ser deixados de lado nessa época do ano, mas podem ter sua frequência diminuída.

Por ser uma temporada em que os cães ficam mais sensíveis às doenças, os banhos devem ser dados em dias mais quentes e, de preferência, na parte da manhã, entre 11h e 15h, já que as noites são mais frias.

Se você optar por dar banho em casa e não em um pet shop, lembre-se de utilizar uma temperatura mais morna para limpá-lo.

Assim como os humanos, a pele do cão também pode ficar muito seca nessa época. Isso pode agravar ou desenvolver problemas de pele, como a dermatite canina.

Outro ponto importante é seguir recomendações de sabonetes e shampoos receitados pelos veterinários. Produtos destinados para humanos não devem ser utilizados em animais.

Já a tosa pode ser evitada durante este período, já que o pelo acaba servindo como um isolante térmico, prevenindo o pet de ficar com frio.

Preste atenção na secagem após o banho

A secagem também é extremamente importante para evitar que fungos e bactérias se alojem. É preciso estar atento à secagem após o banho.

Assim que o banho acabar, garanta que você conseguiu tirar o excesso de água com a toalha e, logo após, seque-o com secador.

Lembrando que não se deve usar o secador numa temperatura muito alta, isso pode acabar queimando a pele do animal.

Limpe olhos e ouvidos do cão

Essa parte é sempre feita após o banho ou pelo menos uma vez por semana – como recomendam os veterinários.

Para realizar esse processo, também é preciso utilizar produtos que sejam feitos especialmente para essa finalidade, usando junto gaze e algodão.

Caso não possua esse tipo de produto, você pode optar por usar soro fisiológico.

Não se esqueça das orelhas do cão

Este é outro local que deve ter atenção são as orelhas do seu pet. Elas também devem ser higienizadas com frequência, com algodão ou cotonetes.

Lembrando que a limpeza deve ser feita apenas na parte externa. Como as orelhas são sensíveis, corre um grande risco de acabar machucando-as caso se limpe na parte interna.

Caso note algo diferente em seu pet, leve-o ao veterinárioAlguns sinais de que pode haver algum problema com seu animal de estimação são notáveis. Portanto, preste atenção nas ações do seu pet.

A higiene também pode virar assunto para tratar no veterinário. Afinal, ele terá as melhores informações de como você poderá cuidar de um animal no período mais gelado do ano.

Para isso, é preciso procurar um especialista canino.

Anterior MAIOR RESORT DO BRASIL INAUGURA NOVA FASE NO TURISMO DE OLÍMPIA
Próxima Campanha chama a atenção para malefícios à saúde provocados por refrigerantes e bebidas açucaradas