Aprenda a preparar a ‘Granola da Casa’ uma das delícias servidas durante o café da manhã na Pousada do Sandi


 

Quer apreciar o café da manhã da Pousada do Sandi em sua casa?

A Granola da Casa uma deliciosa opção saudável para o desjejum.

Confira a seguir o passo a passo:

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de aveia em flocos grandes (200g)
  • 1/3 de xícara de chá de castanha-do-pará, castanhas ou nozes picadas (70g)
  • ½ xícara, ou 100g de chá de sementes de girassol ou mix de sementes (chia, linhaça, girassol e abóbora sem casca)
  • 2 unidades de banana-passa picadas
  • 100 gramas de damasco, tâmaras, uvas passas e ameixas secas
  • 3 colheres de sopa de mel ou melaço
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres de sopa de óleo de boa qualidade (50 ml)

 

Modo de preparo:

  • Em uma frigideira grande antiaderente, coloque a aveia, as castanhas picadas, as sementes de girassol (ou mix de sementes).
  • Acrescente o mel, o açúcar mascavo, a canela, o sal e o óleo. Misture bem com uma espátula de silicone, para envolver todos os ingredientes (se preferir, misture os ingredientes da granola numa tigela).
  • Leve a frigideira ao fogo médio e deixe cozinhar por 6 minutos, mexendo de vez em quando com a espátula, até o açúcar derreter e a granola começar a dourar.
  • Abaixe o fogo e mantenha a granola na frigideira, mexendo de vez em quando por 8 minutos até a granola ficar bem dourada e sequinha sem correr o risco de queimar. Atenção: a granola só fica crocante depois que esfriar, cuidado para não cozinhar demais e queimar
  • Desligue o fogo e misture a banana picada
  • Transfira a granola para uma travessa (ou assadeira) e deixe esfriar completamente em temperatura ambiente antes de servir ou armazenar. A granola permanece crocante por 1 mês, armazenada num pote com fechamento hermético em temperatura ambiente.

 

Sobre a Pousada do Sandi

Clique na imagem para acessar o site

O casarão do século XVIII que abriga a Pousada do Sandi já foi a Casa da Moeda, durante o ciclo do ouro, e a primeira escola de Paraty. A construção colonial estava abandonada, em meados dos anos 80, quando o empresário Alexandre Adamiu se apaixonou por sua esposa, Sandra Foz, e também pela cidade que ela amava.

Grande empresário do cinema, presidente da Paris Filmes, Alexandre era também um visionário. Conta-se que foi em uma noite alegre, entre amigos, pelos bares da cidade, que ele decidiu arrematar o casarão, que reúne um conjunto de seis casarões, em uma esquina, no coração do Centro Histórico. Depois de uma longa reforma, ele presenteou Sandra com a Pousada do Sandi, perto de 1990. A pousada foi batizada em homenagem ao filho único do casal.

A Pousada do Sandi já nasceu como uma estrela. Alexandre teve ainda a ideia incluir um anúncio da pousada nas fitas VHS distribuídas pela Paris Filmes. Foi um sucesso. A Pousada do Sandi logo se tornou uma referência no imaginário dos brasileiros. Há dez anos, o próprio Sandi e sua mãe, Sandra, assumiram a administração da pousada, conservando a tradição do bem receber e a vontade de inovar e se renovar, sempre.

Anterior Higiene bucal evita problemas cardiovasculares e respiratórios
Próxima Neo oferece 525 oportunidades de emprego em todo o Brasil