O QUE SÃO BIOCOSMÉTICOS?


 

A saga de informações e ofertas para se manter devidamente atualizada hoje em dia beira um romance digno da mitologia grega.

São receitas, dicas, e até formulações que podem até nos confundir, ainda mesmo até iludir, então que tal separarmos o joio do trigo de forma real/oficial mesmo?

Todos nós vimos uma indústria enquanto crescíamos, se formando. Com beleza padrão, discurso padrão e acostumados com certas tendências – quem não se lembra da Xuxa besuntada de hidratantes ou aquela velha propaganda do chavão “mas meus cabelos, quanta diferença” – pois bem, essa era a indústria cosmética que havia e pode apostar que antes disso existiam outras trends.

Porém não estamos aqui para falar de mera tendência (trend), e sim de evolução. Afinal para falarmos sobre Biocosméticos, temos que primeiro pensar que os mesmos são nada mais nada menos que uma evolução na formulação e mindset cosmético.

PERAÍ? MAS JÁ NÃO HAVIA TECNOLOGIA?

Sim e não. Primeiro, voltemos só um pouquinho no assunto e bora definir o que é um biocosmético: São produtos elaborados com ingredientes vegetais, sem conservantes artificiais e nem substância de origem animal, com isso espera-se que eles sejam mais delicados com a pele e cabelos, até mesmo mais eficazes, já que estimulam a capacidade natural da pele de recuperar-se ou reorganizar-se.

Os biocosméticos possuem a capacidade natural de estimular a recuperação da pele, sendo essa sua principal função. Os cosméticos mainstream colocam poucos ativos em meio de veículos artificiais, criando produtos que não tratam realmente a pele e sim a “maquiam”. Acaba se tornando na verdade paliativo.

Então se vê uma indústria de tecnologia verde surgir e não só porque se é capaz, mas por conta de exigência dos consumidores. Quantos de vocês já não pegaram alérgicas à um produto ou outro? Isso seria por conta de ingredientes como petrolatos (derivados de petróleo mesmo gente), além de outros nada bem vindos como chumbo, parabenos e até o talco que se passava por inofensivo se mostraram “no Buenos” e até cancerígenos.

ENTENDI, MAS E AGORA??? JOGO TUDO FORA? VOU MORAR NO MATO?

Se você quer e pode, ARRASA! Agora, se sua realidade é um trabalho de 12h por dia, baldeação lidar com álcool gel e pandemia além de seus prazos e responsabilidades vá devagar. Substitua aos poucos. Vemos diversas influencers ou pessoas querendo se tornar relevantes na internet, mostrando um “gratiluz way of life” com dezenas de receitas naturais complicadas ou ainda aquelas com uma rotina extremamente longa, nada disso é necessário.

A tecnologia verde não veio só para criar algo melhor para você e o meio ambiente, mas também para repensarmos nossas rotinas. Veja só aqui na TERRAL: poucos produtos, ingredientes simples, porém de qualidade e uma entrega certeira: performance. É isso que o biocosmético faz por você.

UMA RESSALVA: Sempre tome muito cuidado e se certifique ao adquirir um produto. Se você realmente está optando por um Biocosmético comece a se familiarizar com os selos certificadores como IBD, IFOAM e ECOCERT. Preste atenção nos ingredientes, afinal nem todo cosmético vegano é de origem orgânica, ele apenas não tem origem animal, isto é, pode estar cheio de toxinas, porém não contém cera de abelha.

Tudo na vida é equilíbrio e nossa equipe se encontra preparada para te ajudar caso você se encontre meio perdido nessa jornada.

Anterior Estudo levanta os 7 grupos alérgenos que mais causam dermatite nas pálpebras
Próxima Melatonina pode ser aliada da estética? Entenda como esse hormônio reflete no espelho