Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Viagem de final de ano: saiba como preservar sua coluna em viagens longas

 

Nada melhor que juntar os amigos, familiares e cair na estrada, não é mesmo? Mas depois de um tempo, aquele engarrafamento clássico parece que dobra o tempo do percurso. E como se o ocorrido não fosse ruim o bastante, algo pior chega, uma pontada começa a aparecer na sua coluna, e agora?

Um estudo mostra que 80% da população mundial já sentiu dor na coluna em algum momento de sua vida, e essa situação pode se agravar se ficarmos na mesma posição durante várias horas, por conta disso, a fisioterapeuta Raquel Silvério, especialista em fisioterapia músculo esquelética mostra algumas dicas de como evitar sentir essas dores em viagens longas.

“É muito comum sentirmos uma pressão em nossa coluna quando passamos muito tempo dentro de um carro ou avião, por exemplo e as estruturas acabam sobrecarregadas, por conta disso, viagens longas são responsáveis por nos deixar com dor nas costas”, explica a fisioterapeuta.

Segundo Raquel é super importante ter o cuidado com a coluna bem antes da viagem começar, a atenção começa na hora de fazer as malas. Procure deixar sua mala em uma superfície elevada, que não te obrigue a ficar se inclinando, essa repetição do movimento pode causar desconforto e agravar um quadro de dor. O ideal é que você utilize malas com rodas, assim ficará mais fácil movimentá-las.

Confira algumas dicas que a fisioterapeuta aconselha para aqueles que encontrarão viagens longas nesse final de ano:

Postura: “A maioria das pessoas que sentem dores nas costas ao ficar muito tempo sentadas no carro, é por conta da má postura do motorista ao volante. Muitos podem não ligar muito para a maneira certa de reclinar o banco e esse vacilo pode refletir em dores na coluna, braços e pernas. Então, fique atento e regule o encosto da forma correta”, explica Raquel.

Alongamento: “Muitos pensam que quanto mais rápido chegar no destino melhor, mas vale a pena? Chegar com dores? Por isso, sempre recomendo, alongue-se! Faça paradas, se possível, estique as pernas, faça alongamentos nos braços e pescoço. Isso ajuda muito a diminuir as dores”, comenta a fisioterapeuta.

Atenção com as malas: “Na correria e vontade de começar logo a viagem, muitas das vezes pegamos as malas na rapidez, de qualquer jeito e isso pode ser prejudicial, nossa coluna sofrerá as consequências. O simples fato de carregar os itens de maneira correta dentro do peso que você pode suportar ajuda a poupar sua coluna.

Prevenção: “É muito importante entender que não precisa esperar a bomba explodir para correr atrás do problema. Todas as dicas que deixei acima é para o fato de a dor já existir, mas prevenir para que ela não aconteça, é primordial. Então, coloque em sua rotina momentos de alongamentos e caminhadas, essas atividades são ótimas para a manutenção da coluna”, conclui a fisioterapeuta.

Para saber mais sobre dores, dicas e tratamentos, acesse: www.institutotrata.com.br e www.itcvertebral.com.br

Raquel Silvério é fisioterapeuta (Crefito: 116746-F) e Diretora Clínica do Instituto Trata, Unidade de Guarulhos, a profissional possui especialização em fisioterapia músculo esquelética pela Santa Casa de São Paulo, além de formação em terapia manual ortopédica nos conceitos Maitland, Mulligan e Mckenzie e forte experiência em tratamentos da coluna vertebral. Acesse: www.institutotrata.com.br