Pular para o conteúdo
Início » Dogma lança cerveja em homenagem a Satoshi Nakamoto, suposto criador do bitcoin

Dogma lança cerveja em homenagem a Satoshi Nakamoto, suposto criador do bitcoin

Mesmo sem ter experimentado uma única vez suas cervejas, quem vê as latas adornadas pelos brilhantes Caio Stolf e Leandro Dexter reconhece imediatamente a marca: Dogma. Conhecida por suas receitas complexas e ousadas, altamente lupuladas, e a belíssima arte com a qual representa as referências dos títulos em suas latas, a Dogma é incansável em sua busca por inovações, sendo a mais recente a aceitação de bitcoin como forma de pagamento, anunciada em novembro de 2021.

Pouco mais de um mês após tal feito, e como forma de celebrar essa implementação de sucesso, a Dogma acaba de lançar a cerveja Satoshi, uma Hazy IPA de 6,5% de teor alcoólico feita com os lúpulos Bravo, Citra e Strata, o que lhe confere aromas cítricos e frutados intensos que lembram manga, maracujá e laranja. O nome escolhido foi justamente uma homenagem a ninguém menos do que Satoshi Nakamoto, o suposto criador do bitcoin.

Embora não se saiba ao certo sua verdadeira identidade, Satoshi Nakamoto foi a pessoa responsável pela criação do bitcoin em 2008, quando apresentou o conceito de moeda digital descentralizada. No ano seguinte, em 03 de janeiro de 2009, a rede bitcoin começou a funcionar.

Habilmente ilustrado por Leandro Dexter, o rótulo enigmático da Satoshi Hazy IPA é representado por uma pessoa com capuz, de modo a tornar impossível seu reconhecimento. Além disso, o estilo escolhido para homenagear figura tão enigmática não poderia ser outro, uma vez que Hazy em tradução literal do ingês significa nebuloso. Isso se dá ao fato de sua turbidez – única e exclusiva, característica do estilo.

“Não há estilo de cerveja que mais se assemelhe à pessoa de nossa homenagem do que o Hazy. Não somente por ser uma cerveja turva, mas também por ser um estilo que, embora novo, já é causador de muitos debates entre especialistas do meio cervejeiro” – explica Leonardo Satt, cofundador e sócio proprietário da Cervejaria Dogma.

O estilo foi – e ainda é – bastante debatido, a princípio porque muitos consumidores não concordavam que essa variação da receita de IPA fosse categorizada como um estilo e também porque encaravam Hazy como atributos da cerveja. Ou seja, Hazy era a denominação para a característica de uma receita para cervejas com aparência opaca – desde baixa a muito alta.

Também conhecido como NEIPA (New England IPA – IPA da Nova Inglatyerra) o estilo Hazy se originou no nordeste dos Estados Unidos, mais especificamente no estado de Vermont, na região da Nova Inglaterra, de onde vem a inspiração para seu nome, e a cervejaria americana The Alchemist é considerada como a precursora dessa vertente.

No guia de cervejas da Brewers Association, o estilo Hazy IPA vem descrito como um único estilo onde designa cervejas com a aparência turva – desde uma leve turbidez até as mais intensas, daquelas que deixam a cerveja com um amarelo/alaranjado intenso. 

A lata de 473ml custa R$38 e pode ser adquirida no site oficial https://cervejariadogma.com.br ou então em uma das unidades da cervejaria.

Sobre a Dogma

Fundada em 2015, a marca nasceu da paixão de três amigos por cervejas com personalidade. Bruno Moreno, da Cervejaria Serra de Três Pontas; Luciano Silva, da Noturna e Leonardo Satt, da Prima Satt, já se ajudavam com receitas, produção e logística quando decidiram unir forças numa única empresa. Famosa pelos rótulos sazonais e pelas receitas criativas e lupuladas, a Dogma conta com mais de 300 rótulos que agradam consumidores ávidos por qualidade e complexidade. A marca já conquistou três vezes o título de melhor cervejaria do país pelo portal RateBeer (2015, 2017 e 2018). Para saber mais sobre as novidades, acompanhe a cervejaria em https://cervejariadogma.com.br/