Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Fim de ano exige atenção com veículos

Foto: freepik

Apesar do clima agradável do final de ano, nem tudo são flores. É justamente por causa dessa descontração que os acidentes de trânsito e a criminalidade aumentam nesta época.

Um levantamento feito pelo Detran-SP mostra que os acidentes de trânsito têm média acima do normal no período das festas de natal e ano novo.

O estudo mostra que dezembro de 2019 foi o intervalo de tempo com mais fatalidades no trânsito naquele ano, registrando 505 mortes em acidentes, uma taxa 12,6% maior do que nos demais meses (449 óbitos).

Nas vias municipais, houve crescimento de 12,5% em relação à média anual, com 250 vítimas. Nas rodovias do estado de São Paulo, o crescimento foi de 11,2%, marcando 230 mortes.

A região litorânea teve 43 casos, quase dobrando a média anual de 22 óbitos, o que representa um índice de 49,5%.

Outro problema grave são os furtos e roubos. De acordo com dados obtidos pelo UOL, 52.828 veículos foram subtraídos entre janeiro e setembro de 2021, também em São Paulo. Nas festas de fim de ano, a tendência é que esse número fique ainda mais robusto.

Para que você não faça parte das estatísticas, compilamos algumas dicas que vão ajudar a aumentar a sua proteção, bem como a do seu carro. Continue a leitura.

Faça uma revisão completa

Se você for passar o Natal ou o Reveillon longe de casa e vai pegar a estrada, faça aquela revisão minuciosa no carro antes de viajar.

Verifique os freios, faróis, óleo, alinhamento das rodas, desgaste dos pneus, balanceamento e suspensão, etc. Um profissional qualificado pode fazer essa checagem com mais precisão, então é melhor levar o veículo até uma oficina mecânica de confiança.

O ideal é fazer essa revisão de 15 dias a uma semana antes do dia da viagem. Assim,  você não fica na correria e tem tempo o suficiente para corrigir algum problema caso o encontre.

Também não se esqueça de calibrar os pneus e encher o tanque antes de sair de casa.

Confira o kit de segurança

Você pode aproveitar a ida ao mecânico para pedir a verificação do kit de segurança do carro.

Apesar da revisão e de tomar todos os cuidados necessários, imprevistos não estão isentos de acontecer e você deve estar preparado para lidar com tudo.

Veja se você tem todos os itens – macaco, chave de roda, cabo de bateria, triângulo de sinalização… – e se todos estão em boas condições para uso.

Deixe o seguro em dia

Ficar sem proteção nunca é uma boa ideia. Nesta época do ano e em viagens mais longas, isso é completamente indiscutível.

Certifique-se de que o seu seguro auto está regularizado e sem nenhuma pendência para que você não tenha problemas em acioná-lo caso algo aconteça.

As prestadoras da área costumam cobrir roubos, furtos, danos elétricos e causados por fenômenos da natureza – como queda de árvores e raios –, colisões e assistência 24 horas para reparos mecânicos e guincho.

Por mais que a maioria das pessoas vai estar curtindo as festas, a sua seguradora não vai te deixar na mão.

Verifique os documentos

Nunca dirija sem que os documentos estejam em dia.

Qualquer incidente pode se tornar uma situação muito mais complicada se você não tiver a CNH ou CRLV em mãos e devidamente regularizadas. Além dos pontos na carteira e das multas, alguns casos podem até acarretar em problemas legais.

Respeite as sinalizações

Na cidade, no interior, no litoral ou na estrada, sempre respeite as sinalizações.

Não importa se você esteja com pressa para começar logo as suas férias. É importante ficar dentro do limite de velocidade para garantir a sua segurança, dos demais ocupantes do carro e dos motoristas ao seu redor.

Preste bastante atenção nas placas e siga as instruções que encontrar, como sinais de obras ou de animais na pista, proibição de mudança de faixas, etc.

As sinalizações também são importantes para que você chegue ao seu destino. Mesmo com a ajuda de um GPS, é sempre bom ficar de olho nas placas para garantir que você está indo pelo caminho certo.

Outro ponto é que às vezes existem mudanças na pista que não foram atualizadas no sistema do GPS. Isso aumenta o risco de você fazer uma curva errada ou entrar em uma rua que recentemente se tornou sem saída.

Respeite os sinais de trânsito e você não terá esses problemas.

Se beber, não dirija

Segundo Silvia Lisboa, coordenadora do Respeito à Vida, programa do Detran-SP que busca a conscientização e a viabilização de ações para a redução de acidentes de trânsito, dirigir sob o efeito de álcool é um dos principais motivos para as fatalidades que acontecem atrás dos volantes.

Nessa época do ano, por causa das comemorações das festas, é normal que as pessoas bebam mais. O que não é normal, e nunca vai ser, é ingerir bebida alcoólica e pegar o carro.

Se você beber além da conta, deixe que alguém sóbrio seja o motorista da vez, pegue carona, chame um táxi, carro de aplicativo ou simplesmente espere o efeito do álcool passar até que você esteja 100%.

O importante mesmo é não misturar bebida e direção.

Cuidado ao estacionar

Com a incidência de roubos em geral se tornando mais graves no final do ano, é preciso ter cuidado redobrado ao estacionar.

Se você vai passar na casa de algum amigo ou parente, tente não deixar o carro na rua. Opte por guardá-lo na garagem de alguém ou em algum estacionamento.

Se nada disso for possível e você tiver que deixar o veículo na rua, certifique-se de que o local tenha certa movimentação e policiamento.