Promessa de Ano Novo: Como criar o hábito da leitura

Ricardo Almeida, CEO do Clube de Autores, separou algumas dicas para quem deseja riscar do papel aquele desejo de ler mais em 2022

 

Com a virada do calendário, muitas pessoas se dividem entre pedidos e planos para o novo ano que começa.

E para aqueles que possuem a vontade de incluir a leitura em seu dia a dia e transformá-la em um hábito, Ricardo Almeida, CEO do Clube de Autores, maior plataforma de autopublicação da América Latina, separou algumas dicas úteis. Confira:

  • Escolha temas com os quais você se identifique: O hábito de leitura em si é intimamente relacionado à conexão desenvolvida com um determinado assunto. Quanto maior ela for, mais natural será para você se apaixonar pela literatura;
  • Comece pelos clássicos: Autores que atravessaram décadas ou séculos mantendo-se na preferência do público dominaram, obviamente, a arte de sedução pelas palavras. Machado de Assis, Saramago, Dostoievsky e García Márquez são alguns dos vários exemplos. Quando se trata de clássicos, não faltam obras já aclamadas e comprovadamente prontas para conquistar novos leitores;
  • Abra a porta para novos autores: A contemporaneidade faz com que os escritores de hoje tenham um atrativo a mais. O próprio fato deles compartilharem o mesmo pano de fundo sócio-político já garante conexões potenciais importantes como a identificação com o estilo. Além disso, as personagens e as grandes temáticas passam a ser muito mais naturais e, consequentemente, mais engajadoras.

Sobre o Clube de Autores

O Clube de Autores é a maior plataforma de autopublicação da América Latina. Hoje, a plataforma on demand representa cerca de 27% de todos os livros publicados no Brasil no último ano. Além disso, oferece uma gama de serviços profissionais para os autores independentes que pretendem crescer e se desenvolver no mercado de literatura. 

Anterior Celebração para receber 2022 acontece no dia 28 no North Shopping Barretos
Próxima Festas de fim de ano pedem atenção para os riscos de intoxicações alimentares