Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Dicas de livros para as crianças nas férias

Foto de Ron Lach no Pexels

Ler é prazer, e é cedo que se descobre o gosto pela leitura. A bibliotecária do Colégio Marista Ribeirão Preto, Daniella Pereira, explica que em casa as crianças também aprendem a apreciar um bom livro. “Um bom momento para introduzir o hábito de ler nas crianças é nas férias escolares, quando eles descansam, passeiam e curtem o tempo livre em família”, avalia.

Além de divertido, ler é um passatempo educativo. E uma forma de incentivar esse hábito nas crianças é lendo no mesmo espaço físico delas, aconchegante e silencioso. “Não existe nada melhor do que ouvir uma história contada pelos pais, mas se a criança já sabe ler, pegue um livro e leia em silêncio perto dela, cada um com o próprio livro. Além de prazerosa essa atitude é muito educativa”.

A bibliotecária também aconselha incluir visitas à bibliotecas e livrarias no período de férias, como forma de estimular o gosto pela leitura. “Os pais podem mediar a seleção dos livros, mas é importante que as crianças escolham os títulos”, sugere.

Confira algumas sugestões de livros para as crianças:

– Marcelo, Marmelo, Martelo e Outras Histórias

Indicação: 8-10 anos

Autor: Ruth Rocha

A autora inova a maneira tradicional de contar histórias, mostrando situações reais do cotidiano. Os personagens dos três contos que compõem este livro são crianças que vivem no espaço urbano. Elas resolvem seus impasses com muita esperteza e vivacidade; Marcelo cria palavras novas, Teresinha e Gabriela descobrem a identidade na diferença e Carlos Alberto compreende a importância da amizade.

– A Borboleta Azul

Indicação: 6-10 anos

Autor: Nicolas Van Pallandt

Um dia, Martinho, o velho urso marrom, vê uma linda borboleta no seu jardim. Determinado a pegá-la, Martinho a persegue com sua rede de caçar borboletas. Voando cada vez mais alto, a borboleta leva Martinho ao topo de uma árvore, ao topo de uma nuvem, até a lua cheia.

– Mamãe bruxa

Indicação: 10-12 anos

Autora: Serena Valentino

A história da legendária flor dourada é muito popular, tendo sido contada de diversas maneiras e ao longo de gerações. No entanto, todas as versões concordam em um aspecto: a flor é sempre o objeto de desejo de uma velha bruxa, cuja ambição é se manter bela e jovem. O que acontece com a velha bruxa, conhecida como Mamãe Gothel?

– Diário de um banana: Quebra tudo – Vol. 14

Indicação: 8-10 anos

Autor: Jeff Kinney

Greg e sua família acabam de receber uma herança inesperada e vão usar o dinheiro para reformar a casa. Mas obras são sempre uma caixinha de surpresas. E os Heffley vão aprender isso da pior maneira possível. Todo tipo de problema começa a surgir: madeira podre, mofo tóxico, bichos indesejados e coisas ainda mais sinistras. Quando a poeira baixar, será que conseguirão morar em terra arrasada ou terão que se mandar para outra cidade?

– Pandolfo Bereba

Indicação: 7-10 anos

Autora: Eva Furnari

Em “Pandolfo Bereba”, Eva Furnari conta a história de um príncipe bem diferente das figuras nobres e cavalheirescas dos contos de fada – para ele, não há súdito ou princesa que seja digno de sua própria perfeição. A obra pretende provocar. Questiona – Somos perfeitos? Temos um rei na barriga? Invejamos nossos próprios amigos? O que se passa em nossos corações?

– O Homem que Amava Caixas

Indicação: 4-8 anos

Autor: Stephen Michael King

Este livro fala de maneira simples e bonita sobre o relacionamento entre pai e filho. Com ilustrações alegres e muita sensibilidade, O Homem que Amava Caixas conta a história de um homem que era apaixonado por caixas e por seu filho. O único problema é que, como muitos pais, ele não sabia como dizer ao filho que o amava.

– Os Três Lobinhos e o Porco Mau

Indicação: 6-9 anos

Autor: Eugene

Este livro inverte os conhecidos papéis do lobo mau e dos porquinhos: quem era caçador vira caça e vice-versa, mantendo o maniqueísmo de algumas histórias infantis, que simplesmente separam os personagens entre bons e maus, bobos e espertos. Levando em consideração o pequeno leitor moderno, que de bobo não tem nada, Os Três Lobinhos e o Porco Mau é uma sátira que surpreende utilizando elementos atuais, para reinventar uma história que continua emocionante.

– Nunca, Jamais, em Tempo Algum

Indicação: 8-10 anos

Autor: Stephen Michael King

Na ventosa terra dos pequenos rodopiantes, Grande nasceu. Grande era robusto, forte e tranquilo, até o dia em que uma brisa forte como nunca, começou a soprar. O autor conta uma história com movimento, ritmo e cores. Seus contos falam sobre voar, ser diferente, sobre ter sonhos ou se sentir perdido de vez em quando. E que cada ser humano tem algo a oferecer.

– Chiclete – O incrível garoto que encolhe

Indicação: 10-12 anos

Autor: Megan McDonald

Neste livro, todos os dias de manhã, Judy mede a altura do irmão. É sempre a mesma – 1 metro e 10 centímetros. Até a salamandra de estimação da classe está crescendo mais depressa que o Chiclete. Um belo dia, a fita métrica marca apenas 1 metro e 9 centímetros. Mas será possível? Será que Chiclete está encolhendo?

– Coração da Múmia

Indicação: 10-12 anos

Autor: Tommy Donbavand

A Rua do Berro tem permanecido em uma noite constante desde que qualquer um pode se lembrar, mas a coisa fica preta de verdade quando milhões de aranhas escapam do número 5, cobrindo tudo com suas teias sufocantes. Luke, Ressus e Cleo se enrolam em seu trabalho tentando combater as arrepiantes criaturas de seis patas enquanto buscam pela terceira relíquia – o coração de uma múmia antiga – e Sir Otto está determinado a desencorajá-los a cada passo do caminho.

– O Menino do Dedo Verde

Indicação: 10-12 anos

Autor: Maurice Druon

Nesta história de Maurice Druon, recheada de humor e poesia, Tistu é o menino do dedo verde, personagem de um dos maiores clássicos da literatura mundial infantojuvenis.

– O Catador de Pensamentos

Indicação: 8-12 anos

Autor: Monika Feth

Ele conta a história de um velhinho chamado Sr. Rabuja que todas as manhãs percorre as ruas recolhendo todo o tipo de pensamentos. Pensamentos bonitos, feios, barulhentos, silenciosos, inteligentes, bobos, compridos, curtos. O Sr. Rabuja planta os pensamentos, que se transformam em flores e depois saem voando, colorindo o céu. Ele faz isso para que os pensamentos se renovem e, assim, nunca deixem de existir.

– O pequeno grande livro da tristeza feliz

Indicação: 6-12 anos

Autor: Colin Thompson

Numa sexta-feira, ao voltar da escola, Jorge visita o canil. Na última cela está Jeremias, um cachorro tristonho que parece se sentir tão perdido e sozinho quanto Jorge. Quando Jeremias vai morar com Jorge e sua avó, a vida deles muda, e todos aprendem que, quando se trata de amor, o que importa é qualidade, não quantidade…

Sobre os Colégios Maristas – Os Colégios Maristas estão presentes no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 19 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.