Avanço da Covid em Guaíra, vacina faz a diferença

Mesmo com a avalanche de casos provocados pela variante Ômicron, onda de Covid-19 está resultando em casos leves e moderados, sem pacientes internados em UTI. No entanto Saúde está em alerta executando ações preventivas e de contenção 

 

Depois de ficar 16 dias sem registrar nenhum caso de Covid-19, na segunda metade do mês de dezembro, nos primeiros 15 dias de janeiro, Guaíra positivou 203 pacientes. O município não tem condições de fazer o rastreamento de variantes, no entanto com o cenário epidemiológico do mundo, certamente a explosão no número de casos é consequência da propagação da cepa Ômicron, variante que tomou de assalto todo o planeta.

Apesar da alta transmissibilidade, a nova variante dominante, está resultando em casos leves e moderados. Atualmente com 11 internados no gripário (dados do dia 14 de janeiro) não há nenhum paciente Covid-19 internado em UTI. E, mesmo assim, entre internos da enfermaria apenas 1 confirmou para Covid, 8 testaram negativo e ainda em 2 casos os exames não ficaram prontos.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, a vacinação de densa maioria da população, foi preponderante para a menor letalidade do Coronavírus nesta nova onda. “Já no ano passado, depois de atingirmos altos índices de cobertura vacinal, em todos os públicos, não tivemos registros de casos graves ou mortes provocados pela Covid no Município” relata a Assessora de Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, Juliana Cristina Costa Rodrigues de Souza.

INFLUENZA

O problema com esta nova onda de infecção pela Covid, é que coincidiu com uma epidemia de Influenza (gripe) que pode ser de várias cepas do vírus, inclusive a mais nova, Darwin, H3N2, o que tem superlotado a rede municipal do SUS, chegando a registrar 500 atendimentos, em apenas um dia no Pronto Socorro de Guaíra. A maior parte com sintomas gripais.

Mesmo entre os 11 internados na Santa Casa a maior parte foi acometida pela Influenza. Mas, seja Gripe ou Covid, trata-se de patologias infecciosas, de alta transmissibilidade  que demandam cuidados e recursos. Para se ter uma ideia da gravidade da situação epidemiológica, os medicamentos adquiridos pela Saúde Municipal estimados para durar até fim de março ou início de abril, esgotaram nas primeiras duas semanas do ano, quando houve o vertiginoso crescimento nos casos de Influenza e Covid.

A gripe está preocupando mais, porque está resultando em casos que necessitam de internação, não são todos casos graves, porém moderados, quem mantém os pacientes internados com suporte de oxigênio, via cateter ou máscara. Assim sendo o único paciente internado em UTI com sintomas gripais nos últimos dias está infectado com esta patologia.

PLANEJAMENTO

Como os surtos explosivos de gripe e o recrudescimento da pandemia de Covid-19, a Secretaria de Saúde se reuniu com demais setores da Administração e o próprio prefeito, Antônio Manoel da Silva Júnior e várias ações começaram a serem executadas no intento de conter o avanço da infecção e mitigação dos efeitos de ambas as patologias: Influeza e Covid.

Uma das principais foi a edição de decreto estabelecendo regras sanitárias rígidas para evitar aglomerações. Por outro lado, a Prefeitura  também criou um Centro de Atendimento para pacientes com sintomas gripais. A estrutura, composta por grandes tendas, foi montada num terreno ao lado do estacionamento da Santa Casa. E, quando começar a funcionar (o que deve ocorrer breve) vai concentrar todos os atendimentos de pacientes com sintomas característicos na Covid e Influenza. Assim os pacientes que procurarem as USFs ou Pronto Socorro, com sintomas gripais, serão encaminhados para o centro de atendimento na Santa Casa.

A centralização vem para evitar que pacientes com sintomas gripais fiquem em contato com os acometidos por outras patologias. Por outro lado, os profissionais que atenderão exclusivamente os surtos já estarão paramentados e treinados para este atendimento específico. Isso porque a Secretaria de Saúde já registra dezenas afastamentos por Covid e Influenza. Uma questão séria, uma vez que os profissionais estão se infectando e não podem mais atuar na linha de frente desfalcando o quadro da Saúde no momento em que o setor mais precisa de gente.

VACINA SALVA

Em todo Mundo esta explosão de casos tem mostrado que a vacina faz a diferença, está salvando vidas, estudos no Brasil e exterior apontam que 90% dos casos graves e mortes ocorrem entre pessoas não vacinadas ou com o esquema vacinal incompleto.

Com este panorama epidemiológico é totalmente inadmissível a recusa à vacina. Em Guaíra cerca de 7 mil pacientes não tomaram a 2ª  ou a dose de reforço (3ª dose). A Vigilância Epidemiológica já avisou que tem a vacina para este público e que estas pessoas devem procurar a USF – Unidade de Saúde da Família – mais próxima de suas residências e completar o sistema vacinal.

Testes

Todos os pacientes atendidos pela rede municipal  que apresentam sintomas de síndrome gripal e os que tiveram contato com pacientes positivos fazem exames para Covid-19.  Se for até o quinto dia de sintomas, é colhido o material para RT-PCR, e a partir do sexto dia fazem teste de antígeno, rápido. Se positivo o paciente pode ser colocado em isolamento ou internado, dependendo da gravidade, avaliada pelo médico. No entanto em Guaíra, a esmagadora maioria dos casos positivos, apresenta sintomas leves ou moderados, assim podem fazer o isolamento e tratamento em casa.

A Secretaria Municipal de Saúde ainda não recebeu os testes prometidos pelas esferas: Estadual e Federal de governo, no entanto já está em curso uma licitação para compra de mais 10 mil testes. Estes serão destinados ao diagnóstico de pacientes.

ORIENTAÇÕES

As orientações para evitar a Covid e Gripe são as mesmas: evitar aglomerações, usar sempre máscaras, lavar as mãos frequentemente, ou também, usar o álcool em gel para a higienização, medidas não farmacológicas que vêm para conter o avanço das doenças. Porém a principal recomendação é que todos tomem as doses das vacinas, a melhor arma que o mundo tem para lutar contra esta pandemia que já dura mais de dois anos.

Anterior MEGA-SENA SORTEIA R$ 3 MILHÕES NESTE SÁBADO (15/01)
Próxima Férias e verão: o combo perfeito para receitas fáceis e saborosas com macarrão instantâneo