Pular para o conteúdo

Senac Barretos

A importância de formar novos leitores


De acordo com a pesquisa “Retratos da leitura no Brasil”, o país perdeu aproximadamente 4,6 milhões de leitores entre 2015 e 2019, isso significa que pouco mais da metade da população brasileira tem o hábito da leitura. A pesquisa se baseia em toda pessoa que leu em parte ou leu um livro inteiro nos últimos 3 meses antes da pesquisa. A pesquisa revela também que os leitores têm passado mais tempo assistindo televisão, filmes ou vídeos via redes sociais.

Não podemos desprezar a importância da leitura na construção de uma cultura saudável e um país melhor, por isso sempre que percebo um escritor surgindo, ou um novo livro sendo publicado me alegro, pois quando nasce um escritor, outros leitores nascem juntos.

Pude ver isso acontecendo à medida que ia publicando livros. Amigos e familiares que não tinham o hábito de leitura me diziam, comecei a ler por influência dos seus livros, por isso saliento a importância da formação de mais autores e na publicação de mais livros, para que, assim, mais leitores possam nascer juntos.

Certamente quanto mais um país ler, melhor este país será. O conhecimento transforma e liberta, porém o contrário também é real. A falta de conhecimento aprisiona e diminui nossa percepção sobre a vida. Ler um livro é como visitar o mundo do outro e aprender com ele. Quando lemos um livro podemos aprender com os erros e acertos do outro, além de enriquecermos nossa visão de mundo, a leitura produzirá efeitos benéficos a sua mente e ao seu corpo. Ler um livro não custa muito, mas a falta dele pode custar tudo.

Aleff Amorim é escritor dos livros “Sempre Foi Sobre Jesus” e “Agitadores”.

Redes sociais do autor:

YouTube | Facebook | Instagram | Twitter