Pular para o conteúdo

Senac Barretos

4 maneiras de aumentar a autoestima e melhorar a saúde mental

Inseguranças podem fazer com que pessoas se afastem do convívio social, mas há algumas formas de melhorar a autoestima e o astral

A autoestima é uma avaliação positiva ou negativa que uma pessoa faz de si mesma a partir de emoções, comportamentos, ações ou qualquer outro tipo de conhecimento. Ela varia muito de um indivíduo para o outro e uma mesma pessoa pode ter diferentes visões de si própria em uma semana – ou até em um mesmo dia. Muitos indivíduos enfrentam dificuldades de se aceitarem como são, ou até mesmo de expor opiniões e pensamentos com medo de como o outro pode reagir a suas palavras.

Há, entretanto, algumas formas de aumentar a segurança e elevar a autoestima, fazendo com que as pessoas se sintam cada vez mais motivadas em relação ao convívio social e tratem a vida de uma forma mais leve. Confira.

1 – Praticar atividades físicas

A prática de exercícios faz com que o indivíduo se conheça mais, tenha uma ligação maior entre mente e corpo, conquiste mais estabilidade emocional e ganhe mais confiança em seus afazeres diários.

Além disso, as atividades físicas, quando feitas com a frequência adequada para o seu perfil e com a constância ideal, tratá resultados estéticos em alguns meses, melhorando a autoestima e o bem-estar mental.

2 – Ter uma alimentação saudável

Uma alimentação equilibrada, aliada ao exercício físico, potencializa qualquer resultado. A alimentação é a base do que somos e uma dieta equilibrada, com a quantidade adequada de carboidratos, proteínas e gordura, fará com que a aparência como um todo passe por mudanças. Há uma melhora na qualidade da pele, dos cabelos, unhas e também no emocional.

3 – Cuidar do sorriso

Um dos maiores pontos de insegurança em relação à aparência está no sorriso. Para se ter uma ideia, um estudo feito pela Universidade de Brasília (UNB) analisando a face de pessoas sorrindo aponta que quase 40% do total da beleza da face é explicado exclusivamente pelo sorriso.

Muitas pessoas sentem vergonha de seu sorriso e acabam se afastando de relações sociais. Ainda que busquem um tratamento, aparecer em público com os aparelhos dentais tradicionais gera uma grande insegurança.

No mercado, já existem algumas alternativas a esse tratamento tradicional, como os alinhadores transparentes da Smilink. Os alinhadores são invisíveis e o paciente pode tirá-los para se alimentar. Além disso, o tratamento, menos doloroso e invasivo, é mais curto do que aquele com os aparelhos tradicionais, fazendo com que o sorriso fique alinhado com mais agilidade.

4 – Não se comparar com os outros

Um ponto muito importante para uma boa autoestima é não se comparar com os outros. Cada pessoa tem a sua própria história, o que é extremamente natural. Se houver comprometimento, responsabilidade e seriedade no que está sendo feito, o resultado final deve ser o desejado.

Mudanças de planos podem surgir, mas é sempre importante não se comparar e não se cobrar tanto, de modo a não afetar o bem-estar mental.

Sobre a Smilink

A Smilink é uma das principais healthtechs do setor odontológico do país. com uma tecnologia proprietária e inovadora, a startup disponibiliza expertise em planejar casos com um tratamento acessível por meio de seus alinhadores transparentes. Rápido e eficaz em relação ao método tradicional, o serviço oferecido pela empresa é capaz de detectar os movimentos exatos que precisam ser realizados em cada um dos dentes do paciente. grande parte desta jornada é feita via aplicativo, com entrega híbrida e inteligente, que se adequa à rotina dos clientes. Criada em 2018, a startup conta atualmente com uma equipe robusta de ortodontistas parceiros em todo o Brasil. desde agosto de 2021, a Smilink é parte do Straumann Group, empresa suíça líder global em odontologia estética.