Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Dicas de alimentação para festas e férias escolares mais saudáveis

Fim de ano e o desafio está posto: como “atravessar” as férias e as milhares de guloseimas sem prejudicar a alimentação e a saúde dos pequenos? São muitas reuniões de família, encontros com os amigos, viagens… tudo geralmente acompanhado de comidinhas que costumam não ser das mais saudáveis.

Mas, como passar por esses momentos com leveza, equilíbrio e, ao mesmo tempo, permitindo que as crianças desfrutem dessas delícias?

Dra. Ludmila Pedrosa Endocrinologista Pediátrica pela SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) explica que primeiro de tudo, é importante lembrar que a construção de bons hábitos vem a longo prazo, “a construção do que fazemos no nosso dia a dia, exemplo, se a família e a criança comem de forma saudável em casa, evitam alimentos ultra processados e investem na maioria do tempo em alimentos de verdade, não são as festas de fim de ano ou alguns dias de férias que vão estragar tudo. O que não significa chutar o pau da barraca!” Completa a médica.

Algumas dicas podem ajudar pais e crianças:

1-Mesa ou cesta de frutas nas comemorações

Muitas famílias gostam de fazer mesas com frutas nas festas, e isso é maravilhoso! No país tropical que vivemos com tantas frutas lindas e gostosas, preparar uma linda mesa ou até cestas deixando à vista de todos, pode evitar o consumo exagerado de guloseimas.

2- Alimentos de Boa Qualidade

A endocrinologista pediátrica indica escolher alimentos com poucos ingredientes, sem conservantes, corantes e aromatizantes. O que ajuda a trazer mais saúde para a refeição em qualquer época do ano!

3- Incentive o movimento, o brincar livre

Criança precisa correr, brincar, estar livre! Incentive atividades ao ar livre, parques, jogos de bola, corda… Nada de criança parada na frente da TV nas férias!

4- Criança na Cozinha

Convidar as crianças para atividades na cozinha também ajuda a criar o gosto por experimentar novos alimentos, descobrir texturas, cores e sabores. “Em vez do sorvete industrializado no calorão do verão, que tal um sorvete com frutas tropicais feito em casa? Picolé de água de coco com frutas picadinhas!” Reforça Dra. Ludmila Pedrosa.

A médica finaliza lembrando que alimentos não saudáveis também fazem parte da vida, porém devem ser consumidos com consciência e moderação.

Dra. Ludmila Fernandes Pedrosa

CRM 165215 @draludpedrosa

  • Formada pela Faculdade de Medicina da UFMG
  • Residência médica em Pediatra pelo Hospital das Clínicas da UFMG
  • Especialização em Endocrinologia Pediátrica pela Santa Casa de São Paulo
  • Título de Especialista em Pediatria pela SBP
  • Título de Especialista em Endocrinologia Pediátrica pela SBEM
  • Endocrinologista Pediatrica do Hospital Nove de Julho