Um clássico obrigatório na vida é “Médico de homens e de almas”. A autora Taylor Caldwel (1900-1985) pesquisou por 46 anos a vida de São Lucas e a introduziu num romance com roteiro fictício.

A base real desta ficção é tão sólida e nos mostra muito de História Antiga, do Império Romano, detalhes de Roma e da cultura de vários povos conquistados. Há de forma rica muito da cultura egípcia, grega, judaica, da forma de pensar de cada povo, da organização política da época.

Interessante como é feita a leitura da corrupção da democracia e honra no Império Romano, e da visão do populacho ávido por pão e circo mesmo que isso seja lhe dado em favor da vida rica dos governantes.

Tudo muito semelhante a tempos atuais. As perspectivas dos personagens reais e fictícios da obra, em sua erudição, são muito pertinentes a vida moderna.

E em meio a tanta tanta história e cultura a autora introduz a alma da obra: a transformação espiritual de Lucano, depois chamado de São Lucas. Lucano, escritor do grandioso evangelho mesmo sem ter conhecido pessoalmente Jesus Cristo, faz o leitor descobrir o que é primordial na vida humana, o que a diferencia de vida animal instintiva: o encontro com Deus.

Um livro perfeito, maravilhoso.

por Janaína Soares Vieira Borghetti