Facebook Phone deve ser lançado em 2013

Empresa teria contratado ex-engenheiros da Apple para acelerar o desenvolvimento do aparelho exclusivo da rede social.

Empresa teria contratado ex-engenheiros da Apple para acelerar o desenvolvimento do aparelho exclusivo da rede social.

No final de 2010, surgiram os primeiros rumores sobre as intenções de o Facebook lançar um smartphone.

Ao longo do ano seguinte, mais boatos percorreram o mundo, inclusive prevendo a revelação do suposto gadget voltado para a rede social na Mobile World Congress 2011 – o que não aconteceu.

Os últimos burburinhos sobre o assunto afirmam que o aparelho seria chamado de “Buffy” e acompanharia uma versão modificada do Android, tendo todas as funcionalidades da rede social incorporadas ao sistema.

Domingo, dia 27, o jornal The New York Times publicou uma notícia informando que o Facebook está expandindo seus esforços para criar um smartphone, o qual deve ser lançado no ano que vem. Segundo a matéria, a empresa teria adquirido alguns softwares da Apple e contratado um grupo de ex-engenheiros da Maçã que trabalharam no desenvolvimento do iPhone e do iPad.

Além disso, Mark Zuckerberg “está preocupado com o fato de, caso ele não crie um smartphone em um futuro próximo, o Facebook acabar se tornando simplesmente um aplicativo para outras plataformas móveis”, mencionou um empregado da empresa.

É válido salientar que o Facebook tem uma parceria com a HTC, tendo os modelos Salsa e ChaCha completamente integrados à rede social.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br

[author] [author_image timthumb=’on’]http://www.guairanews.com/wp-content/uploads/2012/03/monize.jpg[/author_image] [author_info]Monize Taniguti, jornalista, sócia-proprietária da empresa MídiaPress – Comunicação Personalizada e assessora de comunicação. / Email: monizemidiapress@gmail.com / Facebook: www.facebook.com/MonizeTaniguti[/author_info] [/author]

Publicidade:
Anterior Campeonato Inter Bairros de Futsal teve início neste fim de semana
Próxima "Blogueiros progressistas" querem a regulamentação da mídia