Conferência do Meio ambiente lota Casa de Cultura

Na semana passada a Casa de Cultura teve o seu plenário lotado na terça feira passada, dia 28 de maio, para a abertura e primeira parte da Conferência Municipal do Meio Ambiente. Fazendo parte da programação que inclui as alçadas estadual e nacional o evento trouxe para os participantes, dentre estes estudantes do ensino médio da rede pública, valiosas palestras sobre meio ambiente, mais especificamente no tocante aos detritos sólidos, lixo.
Conferência do Meio ambiente lota Casa de Cultura

Conferência do Meio ambiente lota Casa de Cultura

Na semana passada a Casa de Cultura teve o seu plenário lotado na terça feira passada, dia 28 de maio, para a abertura e primeira parte da Conferência Municipal do Meio Ambiente. Fazendo parte da programação que inclui as alçadas estadual e nacional o evento trouxe para os participantes, dentre estes estudantes do ensino médio da rede pública, valiosas palestras sobre meio ambiente, mais especificamente no tocante aos detritos sólidos, lixo.

Os palestrantes foram: o representante da Apama – Associação Parque Maracá – que opera o projeto de coleta seletiva, Diego Maringolo; biólogo, professor e diretor de Vigilância em Saúde do município, Wilker Gléria de Oliveira; o engenheiro e diretor da Seleta, atual concessionária dos serviços de limpeza em Guaíra, José Elydio e a bióloga da secretaria de Saúde, Ana Paula Chaves.

Os colóquios dos profissionais, com comprovada experiência na área de meio ambiente e detritos, abordaram de forma didática todos os processos que envolvem de produção, consumo e descarte de produtos. Mostrando para os espectadores as formas corretas e incorretas de se destinar o lixo, além de mostrar que ações simples dentro de casa têm efeitos imensuráveis no meio ambiente.

Caso da coleta seletiva. Da separação dos materiais secos dos úmidos, que proporciona maior renda para os coletroes (conhecidos como agentes ambientais), menor dano ao meio ambiente, economia de recursos públicos no aterro sanitário, uma vez que os materiais recicláveis quando vão para a vala, além não serem reaproveitado ocupam muito espaço, o que encarece muito a acomodação final do lixo.

A conferência realizada pela Prefeitura, foi formatada pelo departamento de Meio Ambiente, Deagua e secretaria de Saúde e logo na abertura o prefeito Sérgio de Mello acompanhado da diretora do Deagua, Adriana Martins Peres Borba homenageou dona Maria Eurípedes que trabalha no programa de coleta seletiva desde a sua implantação há seis anos.

O segundo dia da conferência a quarta feira, dia 29, serviu para discussões dos grupos de trabalho e criação das propostas, aprovação e eleição dos delegados, que representarão o município nas conferências estadual e nacional do meio ambiente.

Publicidade:
Anterior Campanha contra pólio é sábado
Próxima Campanha 50 Dias de Amor do North Shopping Barretos entra na reta final e projeta aumento nas vendas