50 ANOS DO GRUPO COLORADO – Guaíra aplaude Maestro João Carlos Martins e Orquestra Bachiana Sesi-SP

Um público formado por mais de 700 pessoas lotou o salão do Grêmio Recreativo e Esportivo Colorado para a apresentação da Orquestra Bachiana Sesi-SP sob regência do maestro João Carlos Martins na noite do sábado, dia 24 de maio. Veja as fotos e a opinião de quem presenciou o maravilhoso espetáculo
IMG_6309
veja mais fotos no final da matéria

Um público formado por mais de 700 pessoas lotou o salão do Grêmio Recreativo e Esportivo Colorado para a apresentação da Orquestra Bachiana Sesi-SP sob regência do maestro João Carlos Martins na noite do sábado, dia 24 de maio. Foi o primeiro espetáculo de música clássica apresentado no palco do Grêmio Colorado. O evento, aberto à comunidade, é parte da programação comemorativa aos 50 anos do Grupo Colorado.

“Meu respeito pelo Grupo Colorado por ter pensado em construir um Centro Cultural para esta cidade. Somos a primeira orquestra filarmônica a nos apresentar neste palco, e deste modo cumprimos nossa missão de sermos bandeirantes da cultura, com o mesmo pioneirismo do Grupo Colorado. Como dizia Villa Lobos ‘Não é um público inculto que vai julgar as artes, são as artes que mostram a cultura de um povo’”’. Com essa frase, o maestro iniciou uma apresentação absolutamente inesquecível para as centenas de pessoas que deixaram suas casas para conectar-se com o espetáculo da música proporcionado pela parceria Sesi-SP e Grupo Colorado.

Por mais de uma hora, a Orquestra desfilou um repertório formado por canções dos repertórios clássico e popular, apresentando músicas com a presença do tenor Jean Willys, filho de família de trabalhadores do corte manual da cana-de-açúcar de Barrinha, na região de Ribeirão Preto, e hoje conhecido e respeitado em todo o mundo, emocionou a plateia. Ele apresentou Nessun dorma (“Ninguém durma”, em italiano) é uma famosa ária do último ato da ópera Turandot criada em 1926 por Giacomo Puccini, e My Way de Paul Anka. Aos 20 anos, Jean Willys dedica cinco horas diárias ao estudo de canto, que é supervisionado pelo professor que vive na Itália.

Os convites gratuitos foram distribuídos para Guaíra, mas também atraíram público da região, e esgotaram-se em pouco tempo. Além do salão, todos os lugares disponíveis no mezanino do Grêmio Colorado foram ocupados pela
plateia. Pessoas de várias idades assistiram à Orquestra: idosos, mães com crianças de colo. Em comum, a certeza de compartilhar de um raro momento para a cultura guairense. O espetáculo tão esperado, foi pontualmente iniciado às 20 horas. E confirmou que as pessoas só precisam de oportunidades para participarem de espetáculos de música de qualidade.

O aposentado Noel Antonio Moisés, conquistou dois autógrafos do maestro: um para si e outro para a filha, pianista. “Adoro piano. A partir do João Carlos Martins passei a endeusar esse instrumento”, dizia sorridente mostrando com orgulho o seu pequeno troféu.

A professora Maria Aparecida André Oliveira levou a mãe, dona Iolanda de 91 anos para assistir a Orquestra: “Que show maravilhoso e emocionante. Isto é um orgulho para o Guairense. Estamos muito, muito felizes”, afirmou verdadeiramente agradecida.

“Foi uma apresentação revigorante. E uma oportunidade que o Grupo Colorado ofereceu para Guaíra. A empresa respeita a comunidade, não existe para usufruir. Traz cultura, formação e informação. Está integrada com a população. Não é só para os funcionários. É para todos.”, destacou o prefeito de Miguelópolis, Juliano Mendonça Jorge, que assistiu o espetáculo acompanhado pela Primeira dama e assessores.

A apresentação foi encerrada com a homenagem que os músicos, todos de São Paulo, prestaram à Guaíra, com a canção Trem das Onze, de Adoniran Barbosa.

Superação
O maestro João Carlos Martins é considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach. Um dos pontos altos de sua carreira foi a gravação da obra completa de Bach para teclado. Durante o espetáculo, o maestro falou sobre a limitação física que o impediu de continuar tocando piano profissionalmente. Martins manifestou uma doença genética transmitida pela mãe que impede a plena abertura da sua mão esquerda. “Há cerca de 20 anos, quando em um hospital norte americano, fui informado sobre o problema, percebi que queria, de alguma forma, que meu trabalho continuasse a emocionar as pessoas. Por isso optei pela regência”, afirmou Martins. Ele contou que a primeira música que ouviu depois disso, foi Cinema Paradiso, de Ennio Morricone, que foi apresentada na noite do sábado. Mantida pelo Sesi-SP, a orquestra formada por jovens e experientes músicos de diversas idades, sob direção artística do maestro João Carlos Martins, expressa o apoio do Sistema Sesi à música erudita e ao desenvolvimento de seus integrantes. Em Guaíra, a formação da orquestra contou com 45 músicos.

Parte do programa foi regido pelo músico Sergei Eleazar de Carvalho, filho do maestro Eleazar de Carvalho, um dos criadores do Festival de Inverno de Campos do Jordão e Regente da Orquestra Sinfônica Brasileira.

Apresentação é elogiada nas redes sociais:
Ainda com o espetáculo em andamento, as pessoas começaram a elogiar a apresentação em suas manifestações nas redes sociais, compartilhando fotos da Orquestra e de seu regente.

Confira:

Obrigado pela apresentação da Orquestra Bachiana SESI Sampa em Guaíra – a todos do Grêmio Colorado, muito obrigado. Ernani Carreira de Carvalho, monitor de treinamento

A apresentação da Orquestra Bachiana foi maravilhosa, deslumbrante e a plateia foi um espetáculo à parte. Quando terminou, as pessoas estavam hipnotizadas por encantamento rssss. Que venham os próximos espetáculos, a plateia agradece. Fátima Dias Ferraz, química

…. Foi lindoooo!!!! Perfeito…parabéns. Vivi Guedes Yonemoto, farmacêutica

Perfeito. Rosilaine Teles, professora

Maravilhoso…Claudinei Ferreira Tosta, professor de dança

Bachiana Fantástica. Paulo Henrique Caetano, educador físico

Lindo! A cidade agradece a oportunidade. Jose Pugliesi, estudante

Foi lindo, maravilhoso, além de uma história de superação! Parabéns Grupo Colorado, só temos a agradecer e pedir bis! Sandra Alves dos Santos

Foi lindo e emocionante…obrigada pela oportunidade principalmente para a minha família. Márcia Matsumoto, pedagoga

Lindo mesmo, adorei. Parabéns!!!!! Adélia Talarico, professora

A apresentação da Orquestra Bachiana foi um espetáculo! Tocou o ponto mais profundo do ser humano: A alma. Foi ma-ra-vi-lho-so!!! Parabéns e muito obrigada! Cíntia Batista Campos Silva

Parabéns pela realização do espetáculo. Foi realmente emocionante!!! Atividades como essa ajudam enormemente a elevar o nível cultural de nossa cidade e da população. Talvez algumas pessoas que foram ao espetáculo nem gostem muito de música clássica, mas tenho certeza que passaram a gostar a partir de sábado. Fiquei muito feliz em ver a presença de vários de nossos alunos e seus familiares no evento. Marcelo Freitas, empresário

Fiquei encantada com a apresentação da Orquestra. Muito obrigada pela oportunidade… Foi maravilhoso e encantador!!! Parabéns ao Grupo Colorado pela iniciativa. Janaina Cristina Amadeu, assistente social, Ipuã

A palavra para que possa definir esse concerto é surpreendente. Marcia Parra, Coordenadora pedagógica, Miguelópolis

Parabéns!!!Foi lindo, obrigada pela oportunidade!! Merisia Elias Saraceni, bancária

Parabéns!! Lindo demais!! Obrigada pela oportunidade!! Adriana Souza Oliveira, dona de casa

Parabéns!!! Perfeito!!! Roberta Parizi, advogada

Guaíra foi presenteada com um espetáculo maravilhoso e de altíssima qualidade. Parabéns aos organizadores pelo evento e obrigada por essa oportunidade que jamais será esquecida. Márcia Cristina da Silva, professora

Parabéns,Grupo Colorado,foi um espetáculo emocionante. Amei!!! Elenice Prado, dona de casa

Maravilhoso. Rosimeire Aparecida Teles Rezende, funcionária pública

Veja as fotos:
(clique na miniatura para visualizar a foto em tamanho maior)

Publicidade:
Anterior João Rock anuncia ordem dos shows
Próxima Jornal O GUAÍRA - Edição de 28/maio/2014