Polícia Civil apresenta o assassino do fotógrafo Léo de Miguelópolis

MOTO DA VÍTIMA FOI LOCALIZADA NA MATA DEPOIS DE UM MÊS DO CRIME

caso morte leo fotografo leonardo miguelopolis

MOTO DA VÍTIMA FOI LOCALIZADA NA MATA DEPOIS DE UM MÊS DO CRIME

A equipe do delegado Dr. Paulo de Castro Cervantes, composta pelos investigadores Marquinho, José Ceará e Márcio Rodrigues, apresentou ontem o jovem João Marcelo, de 19 anos, acusado do assassinato do fotógrafo Leonardo da Silva Souza, de 37 anos, no domingo dia 12 de Outubro.

João Marcelo confessou o crime, afirmando que houve luta depois de uma proposta de ato sexual e que teria tomado a arma branca de Leo e o atingido diversas vezes.

O crime foi tipificado como latrocínio, roubo seguido de morte.

O acusado levou a polícia até o local onde escondeu a moto de Leo, numa mata, há 3 quilômetros do local do crime, onde ficou escondida por um mês. João Marcelo foi levado de volta à cadeia pública de Batatais.

fonte: Rádio Cultura de Guaíra

Publicidade:
Anterior SUS anuncia a chegada de dois novos remédios para AIDS na semana que vem
Próxima Prefeitura informa que 20% de verba para emissário já está disponível para utilização