Alunos do projeto Branco Zanol fazem troca de faixas

Guaíra hoje tem quase 1.000 alunos no projeto de judô Branco Zanol. Com política de levar a atividade a todos cantos da cidade já tem 100 matriculados no bairro Etelvina Santana da Silva (Mutirão 3) mais novo pólo do projeto

entre faixa judo 2014 (26)

Atualmente o projeto Olímpico Branco Zanol atende a mais de 900 alunos em todos os cantos da cidade. Um programa de inserção social pelo esporte que começou em Guaíra e hoje está oito em cidades, abrangendo a até a capital, com mais de 5 mil alunos. No sábado, dia 29 dezembro, alunos, professores, autoridades e pais participaram de um passo importante para estes garotos e garotas que trilham o caminho da cidadania motivados pela ação positiva e disciplinada do judô, que é a troca de faixas. A cerimônia ocorreu no complexo esportivo Ramize Elias.

Antes da cerimônia oficial o público foi entrertido pela Cia Teatral Rio Circular de Barretos, que executou alguns esquetes didáticos e cômicos.

Entre os atletas mudando de grau na arte marcial haviam alunos do Cecons – Centros de Educação Continuada –, Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça (IORM), Projeto Branco Zanol (rua 16), Associação Guairense de Judô e prestigiando os colegas garotos e garotas recém integrados ao programa oriundos do bairro Etelvina Santana da Silva (Mutirão 3), o mais novo ponto de atendimento do projeto que já tem mais de 100 crianças matriculadas.

A ideologia da atual administração é facilitar a participação para todas crianças e adolescentes, por isso os principais pólos de atendimento são os Cecons, com 570 alunos, o projeto da rua 16 tem outros 150, outros 50 no IORM e mais de 100 novos alunos no bairro Etelvina.

Branco Zanol, o idealizador do projeto veio a Guaíra incentivar seus alunos e traçou sua tragetória no judô ressaltando que de início foi desacreditado, no entanto com persistência, dedicação e apoio de poucas pesssoas ligadas ao judô chegou ao seu objetivo participando de duas Olimpíadas.

Serginho Ferrante
Serginho Ferrante

Além de Branco, prestigiaram a cerimônia o prefeito, Ségio de Mello, a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Selma Alves Mello, o assessor especial da Secretaria de Educação de Ituverava, César Teixeira, os vereadores, João Enfermeiro e Eliana da Maracá, o coordenador de Esportes, Sérgio  Carreira Sampaio, o coordenador geral do Projeto Branco Zanol, Serginho Ferrante e a diretora dos Cecons, Graça Maria Ferreira Dias. Fez o cerimonial da entrega de faixas o professor do projeto Branco Zanol em Guaíra, o sensei , Diego Lourenço.

Sérgio de Mello congratulou os participantes e exaltou o grande desenvolvimento do programa em Guaíra informando que já está em projeto a construção de um centro esportivo exclusivo para a prática do judô. O prédio deve ser edificado em um terreno da Prefeitura ao lado do CSU.

Serginho Ferrante, que foi professor da Associação Guairense de Judô na década de 1980, sendo mestre de Branco Zanol, eluncidou para os alunos a história e filosofia da arte marcial, ressaltando a trajetória triunfante do judô no município.

O coordenador de esportes, Sérgio Sampaio fez coro ao discurso do prefeito e de Ferrante mostranto aos alunos e familiares presentes que o judô continua e franca ascensão com cerca de 1.000 praticantes, somente no projeto Branco Zanol que é financiado pela Prefeitura.

A diretora dos Cecons, Graça falou da satisfação de pode oferecer na educação continuada o judô, uma atividade educativa e esportiva, que melhora coordenação motora, promove benefícios para a saúde e estimula a interação social das crianças.

Coroando a noite no Ramize Elias os pais e autoridades presentes trocaram as faixas das centenas de alunos presentes.

Publicidade:
Anterior CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE E SARAMPO É PRORROGADA ATÉ DIA 12 DE DEZEMBRO
Próxima O caminho digital da inclusão