A Prefeitura de Barretos confirmou para o dia 28 de julho/19, às 16h, a apresentação da Esquadrilha da Fumaça, que será feita no Aeroporto Chafei Ansei. Serão oito aeronaves e uma equipe de 25 profissionais, que chegarão no sábado, 27 de julho/19. O retorno será no dia seguinte ao dia da apresentação.

O secretário municipal de Defesa Civil, Manoel Messias dos Santos Neto, antevê uma belíssima exibição e convida o munícipe barretense e da região para assistir. “Com certeza teremos um grande espetáculo. A apresentação da Esquadrilha em Barretos é uma grande conquista, um presente de aniversário antecipado da gestão do prefeito Guilherme Ávila para o Município, que completará 165 anos no dia 25 de agosto.

Estamos fazendo toda preparação de forma estrutura e organizada para recebe-la e com certeza o barretense e as pessoas da região ficarão maravilhados com a exibição”, ressaltou Manoel Messias.

O Secretário revelou que dentro do Aeroporto haverá uma área delimitada para acomodar cerca de 20 mil pessoas. A apresentação será feita no sentido transversal da pista. Embora as aeronaves farão pouso e decolagens nas cabeceiras, não será possível assistir destes extremos. A orientação é para que se chegue pelo menos duas horas antes para ver o espetáculo.

Todo o entorno do Aeroporto estará sinalizado e monitorado por meio da Polícia Rodoviária, Concessionária TEBE, Polícia Militar, Secretaria Municipal de Ordem Pública, Secretaria Municipal de Defesa Civil e o Tiro de Guerra. Na Vicinal Pedro Vicentini – trecho entre a rotatória de acesso ao AME e o final do trecho de pista dupla, as áreas de acostamento estarão liberadas para estacionamento.

“É uma grande mobilização para as pessoas possam assistir com grande visibilidade e segurança a apresentação da Esquadrilha”, afirmou Manoel Messias. O secretário informou ainda que haverá uma Praça de Alimentação com Food Trucks e um stand de souvernis da Esquadrilha da Fumaça.

A CORPORAÇÃO – Esquadrilha da Fumaça é o nome popular do EDA (Esquadrão de Demonstração Aérea) um grupo de pilotos e mecânicos da Força Aérea Brasileira que  fazem demonstrações de acrobacias áereas pelo Brasil pelo mundo. Sua origem remonta ao início da década de 1940, quando foi criada a Escola de Aeronáutica na Base Aérea dos Afonsos, no Rio de Janeiro.

A primeira demonstração aérea oficial do grupamento que formaria a Esquadrilha da Fumaça ocorreu em maio de 1952, para uma comitiva estrangeira que visitava a Escola. Formava-se ali o embrião da Esquadrilha, dentro da Escola de Aeronáutica.

Em 1969, a Escola de Aeronáutica foi renomeada para Escola de AFA (Aeronáutica da Academia da Força Aérea) permanecendo na Base Aérea dos Afonsos até 1971, quando foi transferida para Pirassununga (SP). Em 1982, depois de seis anos de inatividade, a Esquadrilha da Fumaça foi reativada como a nova denominação de Esquadrão de Demonstração Aérea.

Sua missão, segundo a definição do EDA, é realizar demonstrações aéreas a fim de difundir, em âmbito nacional e internacional, a imagem institucional da FAB (Força Aérea Brasileira).