DIA DOS PAIS: SEIS DICAS PARA EVITAR PROBLEMAS NA HORA DAS COMPRAS


Segundo pesquisa realizada pela Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo (FCDLESP), as vendas para o Dia dos Pais deste ano devem crescer 4% com ticket médio entre R$ 100,00 a R$ 200,00. Para os lojistas, esta data ocupa o terceiro lugar no ranking entre as datas mais importantes do segundo semestre para o varejo, ficando atrás somente do Dia das Crianças e Natal.

Nesta semana o Google realizou uma pesquisa com consumidores e registrou que as buscas por presentes para a data já começaram e que o digital tem grande destaque na procura por opções e inspirações de compra. Primeiro, o consumidor analisa sites de busca (26%), depois sites de comparação de preços ou de lojas (23%) e por último utilizam as redes sociais (12%). Ainda de acordo com a pesquisa, 41% dos consumidores devem comprar o presente de última hora, sendo que de cada cinco, um deve optar por fazer a compra online.

Pensando nisso e sabendo que na compra online o consumidor preza o frete grátis (35%), os preços atraentes (29%) e o prazo curto de entrega (24%), o advogado Leandro Reimberg, especialista em direito e defesa do consumidor, listou abaixo cinco dicas e cuidados importantes que o cliente deve ter para evitar transtornos:

1- Confira o preço do produto antes de efetuar o pagamento

É dever das lojas tanto físicas quanto virtuais, cumprir o preço exibido nas prateleiras e nos anúncios. Sendo assim, não deixe de conferir o valor da compra ao efetuar e confirmar o pagamento.

2- O consumidor deve ser avisado sobre todas as formas de pagamento

Nenhum estabelecimento comercial é obrigado a aceitar pagamentos feitos com cheque ou cartões, mas neste caso, o consumidor deve ser informado de forma clara e visível, afim de evitar dúvidas ou constrangimentos.

3- Guarde a Nota Fiscal

A nota fiscal prova as condições da compra. Ela é de extrema importância nos casos de troca ou consertos, por isso, aconselhamos guardar a nota fiscal da compra até o primeiro uso ou primeira lavagem do produto.

4-Verifique se o produto apresenta embalagem e manual em português

Fiquem atentos, pois os produtos ou serviços à venda devem conter e assegurar informações corretas, claras, precisas, ostensivas e em português.

5- Atente-se às políticas de troca dos produtos

Se o produto não apresentar defeito, o fornecedor não é obrigado a trocá-lo, então, pergunte sempre ao vendedor sobre as possibilidades e prazos de troca. Se o produto já estiver com defeito, o problema deve ser solucionado pela loja em até 30 dias. Após este prazo, o consumidor tem três opções: substituir o produto por outro igual, cancelar a compra e solicitar a devolução do valor ou pedir desconto e ficar com o produto imperfeito.

6 – Atente-se às regras de uso dos vales e vouchers de presente

Caso você queira presentear seu pai com um vale-presente ou um voucher de algum serviço ou produto, informe-se sobre as regras de utilização do mesmo. Na maioria das vezes existe um prazo de validade a ser respeitado, além de valores pré-definidos e no caso de restaurantes ou passeios, deve-se considerar também os horários disponíveis.

Anterior MÊS DE AGOSTO COMEÇA COM ROCK NACIONAL NO SOUND OPEN AIR NO SHOPPING IGUATEMI RIBEIRÃO PRETO
Próxima REDUZIR 300 CALORIAS NA DIETA PODE AJUDAR CORAÇÃO, REVELA NOVO ESTUDO