Você já parou para pensar em como a prática de esporte e atividades físicas podem afetar a sua saúde? Os benefícios de uma vida ativa e hábitos saudáveis são de extrema importância, uma vez que o sedentarismo é uma condição que apresenta riscos para a saúde e pode desencadear algumas doenças. A medicina esportiva é a especialidade médica que pode ajudar nessa missão e, ao contrário do que imaginamos, não são só os atletas de alta performance que podem se beneficiar com ela. O Hospital e Maternidade São Luiz Unidade São Caetano, da Rede D’Or São Luiz, oferece atendimento de medicina esportiva no ABC, em seu Centro Médico, reforçando a importância de profissionais na orientação de atividades físicas.

“A medicina esportiva é uma especialidade médica que surgiu para avaliar o praticante de atividade física como um todo. Ele enxerga o indivíduo de forma global: o coração, a respiração, a fisiologia, a parte óssea e muscular. Diferente de um ortopedista ou de um cardiologista, por exemplo, que são focados em suas especialidades. O médico do esporte é apto e capacitado para avaliar o conjunto e oferecer o melhor condicionamento e atividade de acordo com a sua avaliação” explica Karina Hatano, especialista em medicina esportiva do Hospital e Maternidade São Luiz Unidade São Caetano.

Segundo a médica, a área traz diversos benefícios, tanto para o atleta de alta performance, melhorando o seu rendimento e gerando resultados positivos em campeonatos, como para àqueles que recorrem ao esporte como um hobby ou uma alternativa para manter a boa forma física e fugir do sedentarismo. Inclusive, estudos atuais revelam que praticar exercício regularmente – 5 vezes por semana ou 150 minutos em uma frequência moderada – pode ajudar na prevenção do câncer e melhorar o controle cardiovascular, minimizando a chance de ter pressão alta, colesterol alto e diabetes. Além disso, ajuda no controle de quem já sofre com essas doenças.

Um último estudo feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelou que quase 40% dos brasileiros maiores de 15 anos praticam alguma atividade física. No Grande ABC não é diferente. A região é um dos polos que mais investem em centros de formação de atletas no estado de São Paulo, sendo ponto de referência em práticas esportivas de alta e baixa performance. Contudo, apesar dos números apontarem um aumento da conscientização da prática de exercícios, as lesões ocasionadas pela prática não supervisionadas também tendem a aumentar.

“É importante lembrar que exercício é remédio e tem dose e efeito colateral, assim como todos os outros medicamentos. Então, para as crianças, orientamos carga de treino para não machucar. Para adolescentes, orientamos os melhores exercícios para continuar crescendo, desenvolvendo, ganhando músculo. Já com os adultos, trabalhamos muito essa parte de prevenção de lesão e combate ao sedentarismo. A medicina esportiva atua com emagrecimento, saúde e com performance”, completa Karina.

O ortopedista especializado em medicina esportiva do Hospital e Maternidade São Luiz Unidade São Caetano, Dr. Alberto Pochini, reforça a importância da prática de exercícios com o suporte de um profissional capacitado. “Entendemos a importância do esporte na região e abraçamos essa demanda, proporcionando à população a especialidade médica como aliada na busca de qualidade de vida e bons resultados na luta contra problemas de saúde”, enfatiza.

O Centro Médico de medicina esportiva do Hospital e Maternidade São Luiz Unidade São Caetano está disponível para atendimento aos sábados, das 8h às 13h.

Sobre o Hospital e Maternidade São Luiz Unidade São Caetano

Inaugurada em junho de 2017, a unidade São Caetano leva a marca São Luiz para a região do ABC, prestando atendimento médico de alta qualidade para toda a família, de crianças a gestantes e idosos. Faz parte da Rede D’Or São Luiz, maior grupo de hospitais privados do país. São 294 leitos distribuídos entre uma maternidade de primeira linha especializada em gestação de alto risco, hospital geral de alta complexidade, ala de pediatria e unidades de terapia intensiva, incluindo UTI Neonatal. Possui prontos-socorros adulto, pediátrico e obstétrico para casos de urgência, um Centro Médico completo para consultas com hora marcada, além da retaguarda de um Centro de Diagnósticos especializado em mais de 40 tipos de exames. As salas do centro cirúrgico são equipadas com tecnologia de ponta e fazem parte da estrutura do hospital os serviços especializados da Oncologia D’Or, para tratamento de câncer, e Cardiologia D’Or, para cuidar das patologias cardíacas.

Sobre a Rede D’Or São Luiz

Fundada em 1977, a Rede D’Or São Luiz é a maior rede de hospitais privados do Brasil com presença no Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia. O Grupo opera com 46 hospitais, sendo 45 próprios e um hospital sob gestão. A Rede possui 7,4 mil leitos totais, e tem planos de chegar a 11 mil leitos até 2022. São, ao todo, 51,1 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizam cerca de 3,95 milhões de atendimentos de emergência, 267 mil cirurgias, 33 mil partos e 458 mil internações no último ano, além de 5 mil cirurgias robóticas em quatro anos do início deste novo serviço. A Rede D’Or São Luiz também conta com a Oncologia D’Or e Onco Star, rede de clínicas especializadas em tratamento oncológico em oito estados brasileiros.