Faça Bonito – Combate ao abuso e Exploração sexual contra criança e adolescentes

18 de maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

 

A Prefeitura de Guaíra , por meio, da Diretoria de Assistência  Desenvolvimento  e Inclusão Social , em parceria com o CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social , CRASs – Centro de Referência de Assistência Social realiza a Campanha Faça Bonito –  um   alertar a população para proteger os menores e para a denunciar dos casos de abusos e exploração através dos canais de proteção, como o Disque 100 e o Conselho Tutelar.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, comemorado no dia 18 de maio, e tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a gravidade da violência sexual, combater o abuso, a exploração sexual e comercial de crianças e adolescentes.

De acordo com o Diretora de Assistência, Desenvolvimento e Inclusão Erica Zampieri  a campanha reforça a conscientização de crianças, profissionais e da população em geral. “Isso faz parte de todo um trabalho que a gente vem desenvolvendo junto com a rede socioassistencial para orientar e refletir sobre esse tema tão difícil e delicado. Ações dessa plenitude, aumenta e conscientização, tornando os cidadãos  multiplicadores  para protegerem  os menores e incentivar a denúncia dos casos de abusos e exploração”, explica Zampieri

 Mobilização Nacional

O “Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” é celebrado em 18 de maio, data escolhida devido o “Crime Araceli”, onde uma menina de oito anos de idade teve seus direitos humanos violados e foi assassinada no ano de 1973, em Vitoria (ES).Em razão do fato, a data tem o objetivo de mobilizar e reafirmar a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as crianças e adolescentes.

Denuncie

O abuso sexual contra crianças e adolescentes é crime e deixa marcas incuráveis. A sociedade é responsável para que esse silêncio seja quebrado e a realidade mude. Se você conhece ou suspeita que alguma criança ou adolescente sofre violência, denuncie e seja a voz daqueles que não podem falar.

Para denunciar, basta entrar em contato por algum dos portais, Conselho Tutelar Municipal  pelo telefone 3331 6911  ou  disque 100 que é nacional e serve para denúncias contra violência, abuso sexual, agressões físicas e/ou psicológicas cometidas contra crianças e adolescentes, pelo e-mail: disquedenuncia@sedh.gov.br, ou pelo canal da Policia Militar no 190.

Publicidade:
Anterior CPFL Paulista estima que 13 mil clientes estão deixando de receber desconto em conta por falta de inscrição na região de S. J. do Rio Preto
Próxima University of La Verne oferece bolsas a profissionais brasileiros para cursos em 2021