Cursos online em alta: confira dicas para ingressar na área

Nova realidade causada pela pandemia faz com que aulas remotas sejam opção de renda

Nos últimos meses, os serviços remotos foram impulsionados por serem uma alternativa prática e segura.

No caso da área de cursos online, a realidade não é diferente. Segundo o Google, as pesquisas por especializações à distância aumentaram 130% somente em abril. A demanda faz com que a criação de cursos não presenciais seja uma oportunidade de trabalho.

Para solucionar as dúvidas dos profissionais interessados em conseguir uma renda com cursos online, Bruno Mendonça, Head de Comunicação e Marketing da HeroSpark, solução para empreendedores digitais, compartilha dicas para quem tem interesse em ingressar na área:

1. Start

O primeiro passo para lançar e alavancar um curso online é a elaboração de um planejamento. Assim como qualquer outro empreendimento, o negócio remoto requer que o empreendedor entenda o mercado no qual se inserirá, o público-alvo que planeja se conectar e tenha ciência de quem são os concorrentes.

Além disso, o planejamento permite a criação de objetivos, que funcionarão como um guia para o futuro do negócio. No momento da definição das metas, é interessante ter propósitos menores que ajudarão a organizar os esforços em busca de determinada finalidade. As consequências de um planejamento bem estruturado são resultados práticos e eficientes no processo de criação das aulas.

2. Retorno Financeiro

Segundo Bruno, não há uma resposta objetiva que determine com precisão quando o empreendedor terá retorno financeiro. Tal momento é variável, pois diversos fatores podem acelerar ou adiar o tempo médio para o retorno acontecer. Porém, apesar de tantas variáveis, a especialista ressalta que um bom planejamento faz a diferença.

Além disso, também é fundamental realizar revisões periódicas no negócio, para que seja possível detectar se o público-alvo definido é o correto, se há problemas com a carta de vendas ou se os anúncios sendo direcionados para as pessoas corretas.

3. Competências para manter o negócio

“Disciplina, organização e resiliência”, comenta Bruno ao enumerar as características necessárias para se manter um negócio. Segundo a profissional, tais competências são necessárias, pois o curso online requer a produção de diversos conteúdos.

Consequentemente, os materiais certificam a autoridade e fortalecem a imagem pessoal do empreendedor. Nesse momento, as redes sociais são ferramentas importantes se usadas de maneira estratégica.

4. Ferramentas necessárias

Inicialmente, o empreendedor precisará de um domínio para hospedar o site, uma ferramenta para criar sua página de captura/vendas (como o SparkFunnels, que é gratuita, por exemplo), ferramenta de automação de e-mails e de gravação e edição de vídeos.

Sobre a Hero Spark
A HeroSpark é uma solução para empreendedores digitais que utiliza o talento de seus clientes como matéria-prima para construir um business online. A empresa nasceu da fusão entre Edools e EADBOX, startups que até então eram referência na área de edtech – e concorrentes. Elencada entre uma das 10 melhores startups do Paraná, a HeroSpark já conta com mais de 1600 clientes.

Publicidade:
Anterior Regime jurídico emergencial durante a pandemia: entenda os detalhes da nova legislação
Próxima Ebooks gratuitos descomplicam ‘juridiquês’ e esclarecem dúvidas sobre divórcio, guarda dos filhos e partilha de bens