CAMPANHA PEDE MONUMENTO NEGRO NA REFORMA DO VALE DO ANHANGABAÚ EM SP

O abaixo-assinado é encabeçado pelo ativista Samuel Emílio e cobra uma maior democratização do espaço que passa por uma reforma controversa e de alto custo

 

O ativista e conselheiro do movimento Acredito, Samuel Emílio lançou esta semana uma campanha para instalação de um monumento em homenagem a uma figura negra no vale do Anhangabaú. O abaixo-assinado virtual, intitulado “Por uma estátua negra no Vale do Anhangabaú”, também propõe que as pessoas sugiram nomes de personalidades negras a serem homenageadas.

“Nós precisamos que a prefeitura faça uma consulta pública com ativistas do movimento negro para definir quem seria a pessoa homenageada. Acredito que não cabe a mim propor. Essa é uma decisão dos paulistanos e paulistanas, mas a prefeitura precisa permitir que nós possamos participar da decisão”, conta Emílio.

O Vale do Anhangabaú passa por uma reforma controversa. O alto custo da obra e a retirada das áreas verdes têm sido contestados por urbanistas e nas redes sociais. “Essa campanha é uma tentativa de democratizar essa reforma e transforma-la em um marco positivo para a cidade”, explica Samuca.

A ideia da ação também é contrapor com movimentos de pressão por retiradas de estátuas e monumentos à figuras racistas espalhados pela cidade. “Para construirmos uma cidade antirracista precisamos dar um passo além. Mais do que apagarmos a perspectiva opressora refletida na arquitetura da capital, temos que lutar para contar nossa própria história por meio da celebração da negritude nos espaços urbanos”, finaliza Emilio.

OUTRAS INFORMAÇÕES

O abaixo-assinado online pode ser acessado aqui e será encaminhado à Prefeitura de São Paulo no final de setembro, a tempo do final da reforma da região, que está prevista para terminar neste período.

Sobre Samuel Emílio

Ativista do movimento negro, formado em engenharia, conselheiro do Acredito e de diversidade e inclusão. Fundou a plataforma Engaja Negritude, da Educafro, foi embaixador do Ensina Brasil (Teach For All no Brasil), é Fellow do Programa ProLíder, do Guerreiros Sem Armas e da Arymax. Tem como propósito de vida reduzir as desigualdades do país.

Publicidade:
Anterior COMÉRCIO ELETRÔNICO APOSTA EM SOLUÇÕES LOGÍSTICAS PARA ATENDER ALTA DEMANDA
Próxima CANATHON INICIA HOJE OS DESAFIOS QUE IRÃO REVOLUCIONAR O SETOR DE BIOENERGIA