Estados Unidos e a eficácia de tornar o investidor imigrante em trunfo do desenvolvimento do país

Por Bruna Allemann

A imigração sempre foi um dos pilares do sucesso americano. Os melhores, e mais brilhantes, deixam suas terras natais para buscar o sucesso nos Estados Unidos, e muitos deles conseguem. Na verdade, os imigrantes ou seus filhos estabeleceram 44% de todas as empresas Fortune 500. E essa lista inclui nomes como Apple, Bank of America, AT&T® e Costco.

O programa de visto EB-5 continua essa tradição permitindo que indivíduos, de alto patrimônio, muitos deles empreendedores de sucesso em seus países de origem, tragam seu capital e experiência para a américa. E isso, por sua vez, ajudam os mercados a manter sua competitividade mundial.

Existe um fato, quando se trata de investir no EB-5, e da economia americana. Se o projeto não criar, pelo menos dez novos empregos americanos, em tempo integral por pelo menos dois anos consecutivos, essa pessoa não receberá um Green Card permanente para si, seu cônjuge e filhos solteiros menores de 21 anos. Porque eles são desenvolvedores de negócios e criadores de empregos. Ou seja, investidores de EB -5 são um grande trunfo para os EUA

Os benefícios diretos do investimento EB-5 são relativamente fáceis de medir. Já os indiretos, são mais difíceis de quantificar, mas ainda assim substanciais. Milhões de americanos são beneficiários indiretos do programa, embora tenham pouca ideia da fonte de capital que torna suas vidas mais ricas e gratificantes.

A criação de empregos adicionais ocorre nas indústrias de serviços que atendem aos trabalhadores dos centros regional, como corretores de imóveis, restaurantes, lojas de varejo, barbearia e salões de beleza. A lista não tem fim. Os serviços de apoio comercial local, como agências de seguros, agências de emprego, empresas de gestão e outras também se beneficiam indiretamente dos investimentos vindos através do visto EB-5.

Não vamos esquecer dos benefícios econômicos dos próprios investidores, que são consideráveis. Primeiro, a maioria desses imigrantes compra casas nos EUA, que devem ser mobiliadas. Eles adquirem veículos, roupas, eletrônicos, gastam dinheiro em férias e entretenimento, fazem investimentos, pagam mensalidades e ajudam a impulsionar a economia.

Obviamente, eles devem pagar taxas legais aos advogados de imigração para orientá-los no processo de visto. Outro benefício indireto é que esses investidores EB são menos propensos a se tornarem um “fardo” para o governo, buscando ajuda através do Medicaid ou requisitando serviços semelhantes.

Os EUA não são o único país desenvolvido a tentar atrair investidores abastados. Austrália, Espanha e Reino Unido são apenas alguns países com programas semelhantes ao EB-5. Embora os EUA sejam há muito o principal destino de investidores estrangeiros ricos, o fato é que a carteira de candidatos e os anos de espera resultantes podem tornar outros países mais atraentes. Em alguns países, leva apenas alguns meses, em vez de anos, para obter a tão sonhada naturalização.

Além disso, esses investidores costumam ter negócios em seus países de origem e certamente se envolverão no comércio entre suas terras natais e adotadas. Esse é apenas um exemplo de como o programa de visto EB-5 ajuda os mercados dos EUA a permanecerem competitivos globalmente.

Os Estados Unidos se beneficiam quando estrangeiros vão para lá e não para outros mercados. Apenas 10 mil pessoas anualmente podem se inscrever no programa de visto EB-5. Embora a imigração seja um tema polêmico nacionalmente, deve-se lembrar que esses candidatos trazem fundos e conjuntos de habilidades, que claro envolve o conhecimento financeiro, colaborando para que o país se torne ainda mais estável.

E esse cenário próspero pode ser repetir também em outros países, desde que saiba tornar, a arte de imigrar, em uma inteligência capitalista forte.

Sobre Bruna Allemann

Atuou dez anos no mercado de crédito e investimentos para clientes de alta renda, auxiliando os médios e grandes empresários principalmente dos setores de agronegócio e comércio exterior. Atualmente auxilia brasileiros a internacionalizar e dolarização de patrimônio, imigração através de investimentos e gestão de recursos offshore como Diretora de Investimentos e Capital Markets de uma grande empresa americana. Para saber mais, acesse o perfil @bruallemann ou conecte-se no LinkedIn.

Quer saber mais sobre investimentos no exterior? Acesse: @bruallemann nas redes sociais.

Disclaimer: Esta não é uma oferta pública de investimentos. As informações contidas neste artigo, post ou publicação são de caráter exclusivamente informativo/educativo e não se constituem em qualquer tipo de aconselhamento, sugestão ou oferta de investimentos, não devendo ser utilizadas com este propósito. Para informações sobre produtos de investimentos, procure seu assessor credenciado e/ou devidamente certificado.

Publicidade:
Anterior Saiba quando pode ocorrer a perda do direito marcário
Próxima Casos de miopia em crianças disparam na pandemia