Hospedagem de site compartilhada ou VPS: Qual escolher?

Se você tem um site na internet ou está pensando em criar um, talvez já tenha ouvido falar sobre diversas e diferentes opções de hospedagem. As mais famosas são a hospedagem de site compartilhada e a VPS. Você sabe qual delas é melhor e por quê? Confira tudo neste texto.

Diferenças entre hospedagem de site compartilhada e VPS

Escolher o servidor de hospedagem mais apropriado não é uma tarefa fácil. Sentir-se confuso e um pouco perdido são reações perfeitamente normais quando confrontados com a necessidade de decidir o nível certo de serviço. Mesmo com uma experiência considerável, pode ser difícil escolher entre o grande número de opções que existem.

Neste artigo, vou dar uma olhada na hospedagem compartilhada (um ponto de partida natural para pequenos sites) e hospedagem VPS (Virtual Private Server ou Servidor Privado Virtual) – em seguida, finalizarei com algumas recomendações para cada tipo de serviço.

Em essência, os Virtual Private Servers são um avanço significativo em relação aos planos gerais de hospedagem compartilhada – com custos um pouco maiores no caso de VPS decentes de médio porte. O custo adicional é justificado? Vamos dar uma olhada!

Hospedagem Compartilhada

A hospedagem compartilhada é uma forma das empresas de hospedagem colocarem um grande número de usuários no mesmo servidor. Um servidor nada mais é do que um computador com processador, memória e disco rígido – exatamente como o seu computador pessoal. Se você já cresceu em uma casa com um único computador usado por toda a família, então provavelmente já está familiarizado com algumas das vantagens e desvantagens da hospedagem compartilhada.

Por outro lado, o custo por usuário é baixo. Se você comprar um computador para todos na família, ele custará muito menos do que se todos vocês usarem um único computador. Algumas empresas ainda vêm tentando implementar programas de hospedagem gratuita, gerando renda por meios alternativos.

No lado negativo, os recursos disponíveis para cada um de vocês serão limitados e você pode ser afetado pelas ações de outras pessoas. Por exemplo, se seu irmão baixa dez jogos, ele pode estar usando até 80% do disco rígido. Além do mais, se um de seus downloads contiver um vírus, isso poderia impedir que todos os outros membros da família pudessem usar o computador.

A hospedagem compartilhada é muito semelhante a um computador de uma família. O servidor que você está usando pode ser bastante poderoso, mas as empresas de hospedagem normalmente colocam centenas (às vezes milhares) de usuários nele. É assim que eles mantêm os custos num nível bastante acessível. Um servidor dedicado poderoso – onde você usa sozinho o servidor – normalmente custa muito mais caro. 

Claro, você não deve esperar muito por um custo tão baixo. Se houver um site com problemas de tráfego no mesmo servidor em que você está, você será afetado. Se um site usa 80% da capacidade dele, todos os outros sites (que podem ser milhares) podem acessar apenas os 20% restantes. Além do mais, ataques maliciosos a um único site em um servidor podem espalhar problemas por toda a base de usuários. Isso é frequentemente referido como o efeito do “vizinho indesejado”. A pior parte é que é algo completamente imprevisível, sendo quase impossível planejar este tipo de contingências.

Hospedagem VPS

Comparado com um serviço de hospedagem compartilhada, um VPS (Virtual Private Server) é uma solução superior em quase todos os aspectos quando se trata de tecnologia. Tecnicamente, os servidores VPS ainda são ambientes “compartilhados” (na medida em que ainda haverá mais de um usuário executando na mesma máquina física), mas a tecnologia usada para atribuir recursos e manter os usuários separados é muito mais sofisticada.

A principal diferença é como os recursos são divididos. Muito menos usuários usam o mesmo hardware e cada um tem seu próprio ambiente “privado”, o que faz parecer que cada um tem seu próprio servidor.

Com hosts compartilhados, é essencialmente um tipo de serviço gratuito: quem pega os recursos primeiro pode usá-los. Se o servidor tiver 16 GB de memória, um único site da Web (entre milhares) pode acabar usando quase tudo isso.

Em servidores VPS, o valor é dividido antecipadamente. Por exemplo, planos VPS de baixo custo podem alocar 2 GB para cada usuário; cada um desses usuários seria capaz de usar tantos desses 2 GB quanto precisassem, mas nenhum seria capaz de ultrapassar sua própria cota individual de 2 GB.

A alocação de recursos por usuário torna o ambiente muito mais estável e previsível. Você ainda pode ficar sem capacidade de tráfego? Se você tem um site mal codificado ou se torna viral e recebe dezenas de milhares de visitantes durante a noite, então com certeza. No entanto, os planos VPS quase sempre permitem que você obtenha alguma memória adicional quando e como você precisar (embora por uma taxa adicional, é claro). A conclusão é que você não será adversamente afetado pelo que qualquer um desses outros usuários / sites no servidor fará.

Conclusão

O VPS acaba sendo muito melhor do que hospedagem compartilhada em todos os aspectos técnicos. Se você não pode pagar um preço mais alto por mês por um VPS bom de um provedor de serviços mais bem conceituado, ainda é mais recomendável que você contrate um VPS de qualidade inferior do que ficar com um host compartilhado. Isso porque é quase inevitável que seu o site comece a ter dificuldades relacionadas à hospedagem compartilhada. Ambientes compartilhados estão praticamente fora de seu controle, o que pode ser muito frustrante.

Se usar o VPS está fora de sua faixa de conhecimento (já que requer algum conhecimento técnico), você pode pagar um pequeno valor a algumas empresas ou mesmo alguns provedores em específico para que eles façam tudo por você. Com um valor relativamente baixo por mês, é possível contratar hospedagem + suporte ao VPS, de forma que o custo-benefício acaba sendo bem maior, principalmente no longo prazo.

Uma boa alternativa para um VPS geral – se você estiver executando o WordPress – é a hospedagem gerenciada do WordPress. Geralmente são um pouco mais caros do que os serviços VPS básicos, mas podem fornecer aumentos significativos de velocidade e confiabilidade, bem como vários tipos de recursos convenientes, como backups automáticos, sites de teste e muito mais. 

Ainda vale a pena conferir alguns sites como o tophospedagemdesites.com.br, que fazem o trabalho constante de reunir e atualizar as configurações, preços e detalhes sobre diversos provedores, facilitando na hora de escolher o seu.

Publicidade:
Anterior NOVAS VAGAS DE EMPREGO EM GUAÍRA (DEZ/2020)
Próxima Vale a pena confiar nos serviços de redação do Studybay?