4 dicas de como negociar dívidas online e com segurança


Ter dívidas é a realidade de grande parte da população brasileira. Como sabemos, o início de ano é sempre uma oportunidade de organizar a vida financeira e começar o novo ciclo com as contas no azul. Para isso, negociar dívidas online, além de cômodo, é prático.

Porém, requer alguns cuidados, principalmente no que diz respeito à segurança da informação que você fornece durante o processo.

Segundo uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), mais de 12 milhões de brasileiros já sofreram algum golpe financeiro pela internet nos últimos anos. O resultado representou um prejuízo de quase R﹩ 2 bilhões somente em fraudes.

De acordo com Luiz Henrique Garcia, CEO da QuiteJá, plataforma de negociação de dívidas, uma vez escolhida a empresa com a qual vai negociar, é o momento de checar etapas.

“Veja o que é necessário para conseguir um acordo.Aqui o cuidado deve ser com dados como conta bancária e senha, por exemplo, porque as informações comuns mais pedidas, nesses casos, são o CPF, e-mail e celular. Se algo muito diferente disso for solicitado para você, desconfie”, alerta o executivo.

Para ajudar a tirar todas as dúvidas, o executivo listou abaixo algumas dicas. Confira:

Negocie com segurança: já percebeu que os sites protegidos têm um certificado de segurança chamado (Secure Sockets Layer) SSL? Esse certificado digital atesta que a plataforma de negociação online é segura. Observe se ao lado da barra de endereço, o site apresenta a imagem de um cadeado, comprovando a segurança da informação.

Outro elemento importante é a sigla “https” acompanhando o endereço do site, na barra de navegação. Isso também serve como indício de que sua negociação está sendo realizada de maneira segura. Seguindo essas dicas, suas transações financeiras online estarão seguros de golpes. Especialmente as negociações de dívidas.

• Negocie sempre pelo canais oficiais: as empresas que trabalham com este tipo de setor, possuem canais oficiais em que você pode acessar e checar se há dívidas em aberto no seu CPF. Geralmente, os canais mais comuns são site, WhatsApp e até mesmo via messenger do Facebook. Fique atento!

• Confirme as parcerias: Descubra se o seu credor tem, de fato, parceria com a empresa na qual pretende quitar o seu débito. Toda plataforma de negociação tem uma sessão no site com a lista de parceiros. E o contrário também é verdadeiro. As grandes varejistas costumam informar as empresas com as quais você pode negociar. Dessa forma, você evita o risco de realizar negociações em plataformas fraudulentas.

• Verifique a origem do boleto: quando você negocia qualquer tipo de dívida e forma online, os boletos são enviados por e-mail ou baixados no próprio site da empresa. Caso esteja em dúvida, a solução mais segura é entrar em contato com a empresa responsável pela negociação e verificar a origem do boleto.

O beneficiário final dos boletos referentes ao acordo de débitos é sempre a empresa com quem você tem dívida. Antes de fazer o pagamento, verifique se o CNPJ e a razão social que receberá o pagamento pertence à empresa correta.

Anterior Como introduzir hábitos alimentares saudáveis no dia a dia
Próxima Métodos Contraceptivos de Longa Duração são os mais indicados para adolescentes