Pular para o conteúdo

Senac Barretos

5 passos essenciais para criar uma loja virtual com investimento de mil reais

Dar início a uma loja virtual pode ser feito com baixo investimento inicial, priorizando apenas o essencial; Veja dicas para investir recursos de forma eficiente e faturar no e-commerce

A crise econômica levou milhões de brasileiros a criar o próprio negócio. O país registrou um número recorde de abertura de pequenos negócios no ano passado. Foram mais de 3,9 milhões de empreendimentos. A boa notícia é que não é preciso de grandes investimentos para começar um negócio no setor de e-commerce. Abrir uma loja virtual ficou mais acessível, mas o processo exige cautela e planejamento.

Em segmentos como moda e acessórios, é possível iniciar um investimento com mil reais, já que são produtos mais baratos e com lucros muito bons. “Se você comprar R$500 em roupas importadas, por exemplo, pode vender aqui no Brasil e faturar até R$1500”, exemplifica Marina Ballester, chefe de experiência do cliente da Loja Integrada, maior plataforma para criação de lojas virtuais do país, com mais de 2,5 milhões de lojas criadas.

Já na área de cosméticos, perfumaria e decoração, existe a possibilidade de começar com um investimento pequeno para iniciar o próprio negócio. O primeiro passo é buscar um fornecedor de qualidade e de confiança. Com R$500 de produtos e mais R$500 para investir em redes sociais, loja virtual e propagandas, garantem um primeiro grande passo.

Pensando nisso, a especialista listou cinco passos essenciais para quem busca abrir o próprio negócio e investir recursos de forma eficiente com investimento de até mil reais. Confira:

1. Defina seu público alvo

Antes de ter o seu produto, pesquise quem será seu cliente. Converse com amigos e peça opinião sobre seu negócio. Leia sobre outras lojas que serão suas concorrentes. A escolha do seu público alvo pode ser o diferencial para os resultados do seu negócio.

2. Aposte em um e-commerce de nicho

Invista em algo que você já conheça. Procure focar em um setor específico, assim é mais fácil ser reconhecido. Por isso é importante fazer a pesquisa de mercado. Faça com que sua loja seja a “melhor vitrine” do produto que escolheu. Tenha uma proposta simples e objetiva de negócio.

3. Invista em Marketing digital

Lembre-se que sua loja é virtual, então ela precisa aparecer de alguma forma. Invista em anúncios, redes sociais. Esse é um grande passo para que seu negócio dê certo e seu e-commerce alcance mais visibilidade e atração de potenciais clientes.

4. Priorize a entrega dos produtos

Esse é o principal desafio para quem tem uma loja virtual. Já pensou em fazer a entrega para todo o país? Você precisa garantir que seu cliente receberá seu produto no prazo estipulado e em boas condições. Planeje também sobre a entrega em datas comemorativas, feriados. Especifique em seu site sobre prazo e limitação de entrega.

5. Ofereça facilidade de acesso

É importante que a sua loja virtual seja de fácil acesso na versão mobile. Verifique a compatibilidade do seu site para versões como celulares e tablets. Pesquise também sobre os meios de pagamento que seu cliente irá fazer. É importante ressaltar sobre os mecanismos de busca no Google, pois quanto mais acessível e preparado seu e-commerce estiver, mais fácil será encontrá-lo.

Sobre a Loja Integrada

A Loja Integrada é uma plataforma que oferece recursos para a criação de lojas virtuais de maneira prática e intuitiva, com opções de temas e serviços adicionais, além de parcerias com meios de pagamentos e envios. Com mais de 2,5 milhões de lojas criadas, a empresa tornou-se uma das maiores plataformas gratuitas da América Latina e a mais popular do Brasil. Segundo o Built With, portal que mede o desempenho das tecnologias e das plataformas de e-commerce, a Loja Integrada é responsável pela maioria das lojas virtuais que operam hoje no Brasil.

Leia também: 6 PASSOS PARA CRIAR UMA LOJA VIRTUAL