Pular para o conteúdo
Início » Reta final! ‘Corrida Maluca’ da vida real recebe inscrições até esta quarta (22)

Reta final! ‘Corrida Maluca’ da vida real recebe inscrições até esta quarta (22)

As inscrições para o Red Bull Ladeira Abaixo estão prestes a se encerrar, então elencamos 7 passos para turbinar um carrinho de rolimã e não perder a corrida

Participantes descem a ladeira na última edição do evento no Brasil, em 2019 (Crédito: Fabio Piva/Red Bull Content Pool)

Que tal ter um carro próprio para chamar de seu, construído por você mesmo? Sim, isso é possível – mas claro que estamos falando de um veículo sem motor, uma espécie de ‘carrinho de rolimã 2.0’. Aproveitando o retorno do Red Bull Ladeira Abaixo (este ano em Ribeirão Preto – SP) – a ‘corrida maluca’ da vida real, que recebe inscrições até esta quarta (22) por meio do site redbull.com/LadeiraAbaixo, elencamos alguns passos simples de como construir um carrinho temático do zero.

Contamos com o apoio de dois experts no assunto que, em 2019, desceram a ladeira com suas máquinas: Daniel Kubalack, integrante do time “Uno da Firma”, e Antônio Macedo, que desenvolveu “A Ponte Estaiada”. De acordo com os especialistas, não é preciso ter nenhum tipo de conhecimento sobre engenharia, apenas imaginação, um grupo de amigos dispostos a participar dessa ‘maluquice’ e muita coragem.

Confira o passo a passo abaixo:

1 – A criatividade é sua melhor amiga: O primeiro passo é pensar em um desenho para o seu carrinho. Não é necessário ser profissional em design e nem apresentar um projeto complexo, basta um desenho simples no papel que dê uma ideia de como a versão final do carrinho vai ficar, ou em algum programa de computador, ou como você preferir: só lembre de usar e abusar da imaginação e escolher um tema que seja bem divertido, mas que também seja funcional. Envie a sua ideia até o dia 22 de junho para o site redbull.com/LadeiraAbaixo e torça para ser um dos aprovados.

2 – Hora de colocar a mão na massa: Ao iniciar a construção, comece pelo começo: tenha em mente que tudo se inicia pela base para a montagem da estrutura, ou seja, o chassi do carro. Essa fase demanda atenção, pois é o que vai fazer o carrinho descer a ladeira.

De Ribeirão Preto, local onde o evento desembarca neste ano, Antônio aconselha a utilização de material reciclável e reutilização de rodas e peças de bike para otimizar o custo: “Uma dica é fazer a listagem de materiais necessários para a fabricação do chassi – assoalho, metálico ou madeira -, que tipo de rodas, qual rolamento será utilizado, e sempre garimpar peças novas e usadas”.

3 – Não se esqueça dos freios: Base do carrinho montada e rodas nos lugares, vamos à caixa de direção e aos freios. Antônio explica que sua equipe chegou a criar vários protótipos utilizando roldana, alavanca e guidão de bicicleta, até conseguirem fazer uma haste de plástico e rolimãs que puxava as rodas, fazendo com que elas virassem. “Usei freios de bicicleta mesmo, mas algumas equipes investiram mais e colocaram freio a disco”.

Já o paulista Daniel, que pilotou o “Uno da Firma”, relembra que essa etapa conta com diferentes tentativas e isso é normal, então, não se desespere: “Todo o projeto passa por muita tentativa e erro, o que torna tudo extremamente engraçado. Para nós, pelo menos, foi um projeto muito divertido”.

4 – Testes de resistência e velocidade: Nesta etapa, o carrinho já começou a ganhar forma e chega a hora dos testes de velocidades, saltos e curvas. Então, coloque o seu carrinho para jogo e entenda o seu funcionamento, pois pode demandar alguns ajustes necessários para que o carrinho esteja funcionando perfeitamente.

5 – Toques finais: Assim que a estrutura estiver montada, os ajustes tiverem sido feitos e o carrinho estiver ‘nos trinques’, é o momento de adicionar as alegorias e objetos temáticos do carrinho, que vão trazer todo o diferencial do projeto e o toque divertido que o evento pede. Vale também já pensar nas roupas que os integrantes da equipe utilizarão no dia, de acordo com o tema proposto no projeto.

6 – Carro pronto, roupas prontas: Chegou o momento da escolha da música que vai embalar o grande momento da descida do carrinho, que requer também uma coreografia e performance especial, para arrasar no dia do evento! Não se esqueça de ensaiar bastante, para que a performance seja perfeita.

7 – Divirta-se! Para Daniel, alegria e resiliência não podem faltar na hora de construir seu carrinho: “Muita coisa vai dar errado, muita coisa vai quebrar, o carro não vai sair da maneira que você espera, mas tudo isso se transforma em muita risada, muita diversão e momentos que você vai levar para sempre, porque é de fato um evento único”. Lembre-se de curtir muito e aproveitar cada momento, além de torcer para que o seu carrinho seja veloz e, quem sabe, chegue ao lugar mais alto do pódio!

Conheça o Red Bull Ladeira Abaixo

O Red Bull ladeira abaixo acontece desde 2000, quando teve sua primeira edição na Bélgica, sob o nome de Red Bull Soapbox Race. O evento já passou por diversos países ao redor do planeta em mais de 130 etapas realizadas e, no Brasil, já desembarcou em Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Balneário Camboriú (SC), Belo Horizonte (MG), Goiânia (GO) e São Paulo (SP). Neste ano, o evento acontece em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, onde os 50 carrinhos mais criativos vão descer a ladeira cheia de obstáculos, tentando convencer os juízes que merecem vencer a corrida mais maluca do mundo.

Run Pizza Run perform during Red Bull Ladeira Abaixo in Sao Paulo, Brazil on April 14, 2019 // Fabio Piva / Red Bull Content Pool // SI201904150801 // Usage for editorial use only //

SERVIÇO

Red Bull Ladeira Abaixo

Data: 09 de outubro de 2022

Local: Av. Wladimir Meirelles Ferreira, Ribeirão Preto, SP, 14021-630

Ingresso: Gratuito

Inscrições: Por meio do site oficial: redbull.com/LadeiraAbaixo