Pular para o conteúdo
Início » Maior Pietá do mundo é inaugurada na Catedral Cristo Rei, em Belo Horizonte

Maior Pietá do mundo é inaugurada na Catedral Cristo Rei, em Belo Horizonte

A escultura fica nas imediações da igreja que é o último projeto de Niemeyer para a capital

Releitura da escultura Pietá – foto: Júlio César Quaresma

A maior releitura da escultura Pietá do mundo chega à Catedral Cristo Rei, na região norte da capital. A obra tem 8 metros de comprimento e pode ser visitada pela população. A obra de arte que representa Jesus morto nos braços da Virgem Maria é feita de bronze, da concepção até a inaugração foram 4 anos.

Pietá de Belo Horizonte é assinada pelo artista plástico mineiro Guilherme Marques, com execução da Fundição Artística São Vicente. A peça é toda confeccionada em bronze e pesa cerca de 2 toneladas. Segundo o artista, a escultura é uma homenagem à padroeira de Minas Gerais, Nossa Senhora da Piedade – Pietá em italiano: “recebemos essa encomenda do Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor de Oliveira Azevedo e da Arquidiocese de Belo Horizonte com muita honra, como uma forma de homenagear a padroeira do nosso estado”.

O artista conta que trouxe na releitura não só de Jesus e a Virgem Maria, mas um pouco de Minas Gerais para a obra: “A parte de trás da peça, que é o Manto, foi modelada para fazer alusão ao relevo das montanhas de Minas, como se ela vestisse o Estado. Nas laterais também fizemos algumas marcas, que remetem aos taludes e à mineração, que é uma atividade forte, característica quando pensamos na nossa história”, explica Guilherme Marques.

A execução do bronze coube a Fundião artistica Sao Vicente, hoje sob o comando dos irmãos Diego e Alexandre Rodrigues. Só nessa parte do processo, foram cerca de 2 anos: “desde a modelagem até a fundição, podemos dizer que é uma obra feita a várias mãos e todas elas são mineiras. Em mais de 30 anos de fundição, esse é o nosso maior trabalho, não só de tamanho, mas também de complexidade”, completa Diego, que também trabalha com artistas internacionais.

A OBRA

Pietá de Belo Horizonte fica ao pé da cruz da Catedral Cristo Rei e representa Maria segurando o corpo de Cristo recém descido da cruz, após a morte. A escultura tem foco em Maria, nas feições e na maneira como segura o corpo, com “piedade” –  apresentando o que seria o “nosso rei” segundo a igreja católica. Além dos 8 metros de comprimento, são 4,30 metros de largura e 2,70 metros de altura. O material utilizado na peça foi o Bronze 85 , fundido a 900º.

CATEDRAL CRISTO REI

A Catedral Cristo Rei é o último projeto do arquiteto Oscar Niemeyer para Belo Horizonte. A construção do templo religioso começou em 2013, com previsão de conclusão em 2025. Junto às obras, além da escultura de 8 metros recém-instalada na entrada Catedral, há uma Cruz com 20 metros de altura.

GUILHERME MARQUES

Guilherme  Marques nasceu em Cristiano Otoni, MG,em 1984, onde tem seu ateliê. Se formou em 2009 na UFMG pela Escola de Belas Artes onde se habilitou em escultura. Possui trabalhos e exposições no Brasil e exterior. É cofundador do Ateliê de Arte Sagrada São Bento, junto a seu amigo, Julio Quaresma.

Da esquerda para direita, Diego Rodrigues, Guilherme Marques, Alexandre Rodrigues. – foto: Júlio César Quaresma