Pular para o conteúdo

Senac Barretos

ENEM: Ambiente e decoração podem afetar a rotina de estudos

Professor do curso de Arquitetura e Urbanismo dá dicas para os alunos criarem locais ideais para estudarem para a prova

Decoração do ambiente impacta na qualidade do aprendizado

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), criado em 1998 para avaliar a qualidade da educação brasileira, tornou-se também, em 2009, a principal forma de seleção para ingressar em cursos universitários. Devido à importância desse teste, os participantes se preparam para alcançar altas notas, o que leva os candidatos a se dedicarem a uma rotina árdua de estudos. Contudo, a estrutura e a decoração do ambiente podem ajudar no aprendizado e colaborar com a obtenção de conhecimento.

Segundo o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Anhanguera, professor Marcelo Pedro da Cruz, o espaço para estudar deve ser escolhido com bastante cuidado. Lugares públicos, por exemplo, com muito barulho e agitação causam incômodo e distração. “Os locais devem ser escolhidos de forma a proporcionar a concentração e o bem-estar, como salas de estudo, bibliotecas ou mesmo na sala de casa”, afirma.

A seguir, o docente lista algumas dicas para que os estudantes criem um ambiente ideal para estudar:

Ergonomia e conforto: o mobiliário que compõe o lugar deve ser ergonômico, principalmente se o estudante passar muitas horas no local. Mesas e cadeiras devem proporcionar boa postura, mantendo o conforto sem perda de eficiência. Camas e sofás não são apropriados para quem deseja se aprofundar nos estudos.

Iluminação: o recinto tem que ter iluminação adequada, seja artificial ou natural, e não pode causar ofuscamento, reflexos que interfiram na leitura, sombras e contrastes exagerados.

O posicionamento das lâmpadas também tem influência na concentração. Se refletirem em computadores, devem ser cobertas com lustre e não podem estar diretamente no campo de visão. Também não devem piscar, para isso não ocorrer, precisam ser trocadas sempre que necessário.

Cores: para não causar fadiga visual, as cores não podem ser muito estimulantes e nem tão neutras a ponto de serem depressivas. Tons pasteis colaboram com a sensação de bem-estar e não têm efeito psicológico negativo. Laranja e vermelho, por exemplo, são cores que dão energia, mas dispersam, aumentam o apetite e podem deixar o candidato agitado. Contudo, dependendo da região, podem ser usadas em menor quantidade e combinadas com outras mais claras. Laranja pode ser boa alternativa em regiões frias, para estimular a sensação de alegria.

Decoração: encher a escrivaninha ou mesa de objetos decorativos atrapalha a organização. Usar fotos ou elementos que o discente goste é bom para ativar o psicológico, mas ter muitos deles agrupados em um espaço pequeno pode ter efeito contrário. Muita informação visual gera fadiga e cansaço. “É importante criar seu cantinho com as coisas que mais gosta, contudo, se houver competição entre materiais didáticos e apetrechos decorativos, opte por manter o que é essencial para os estudos fluírem”, afirma do arquiteto.

Sobre a Anhanguera

Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância.

Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais.

Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Acesse o site e o blog para mais informações.

Sobre a Kroton

A Kroton nasceu com a missão de transformar a vida das pessoas por meio da educação, compartilhando o conhecimento que forma cidadãos e gera oportunidades no mercado de trabalho. Parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira de capital aberto dentre as principais organizações educacionais do mundo, a Kroton leva educação de qualidade a mais de 1 milhão de estudantes do ensino superior em todo o País. Presente em 1.672 municípios, a instituição conta com 124 unidades próprias, sob as marcas Anhanguera, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar e é, há mais de 20 anos, pioneira no ensino à distância no Brasil. A Kroton possui a maior operação de polos de EAD no país, com 2.517 unidades, e oferece no ambiente digital 100% dos cursos existentes na modalidade presencial. Com a transmissão de mais de 1.000 horas de aulas a cada mês em ambientes virtuais, a Kroton trabalha para oferecer sempre a melhor experiência aos alunos, apoiando sua jornada de formação profissional para que possam alcançar seus objetivos e sonhos. Acesse o site para mais informações.