Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Especialista dá dicas para conter a ansiedade no ENEM

Livia Soledade, professora de Psicologia da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), explica como lidar com a pressão da prova e dos familiares e a frustração de não ter um bom desempenho no exame

Com o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) se aproximando é comum os jovens sentirem ansiedade, preocupação e se cobrarem. Normalmente, essa autocobrança acontece devido essa ser a principal porta ao sonho de cursar o ensino superior para milhares de estudantes.

Pensando em auxiliar os vestibulandos a terem sucesso no desempenho do ENEM e driblar a ansiedade, a professora de Psicologia da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), Livia Soledade, dá algumas dicas e orientações de preparo. Confira!

  1. Não realizar estudos intensos próximo ao ENEM. O recomendado é que faltando três (3) dias para prova o candidato não estude e sim que faça alguma atividade prazerosa e que goste, mas sem passar dos limites, evitando bebidas alcoólicas excessivas que acarretem ressacas e comidas pesadas. Tudo que o aluno tinha que se preparar ele já fez ao longo do ano, na reta final não se deve fazer nada de última hora.
  1. Dormir cedo pré-Exame. Uma boa noite de sono é extremamente importante, inclusive para consolidação de memória e bom desempenho em tarefas cognitivas, como a realização de uma prova. Muitos alunos cometem o erro de estudar até tarde, o que depois resulta em desempenho muito baixo, devido a não dormir direito. Vale destacar que até mesmo dormir com a TV ligada e ficar no celular prejudicam para que haja um sono de qualidade, mesmo tendo dormido 8 horas.
  1. Conhecer o local de prova antecipadamente. Quando vamos em um lugar pela primeira vez é comum causar ansiedade, pois é um espaço novo e o cérebro fica desconfiado. Por isso, é importante que o estudante vá um ou dois dias antes até o lugar que realizará a prova, entender quanto tempo demorou para chegar lá, tirar dúvidas quanto ao transporte que desloca para aquele lugar no domingo, para já se preparar previamente e ter êxito no dia do ENEM, sem preocupações prévias.
  1. Não chegar muito cedo no dia da prova. Recomendamos que o estudante não chegue muito cedo, pois ficar no local esperando desperta mais ansiedade, mas, por outro lado, também não pode chegar no momento exato da prova. Portanto, o ideal é chegar até 30 minutos antes do exame. Outra dica é não falar sobre a prova no local; converse com algum amigo que esteja lá, escute música ou assista vídeos para se distrair. Já às pessoas religiosas, é o momento de fazer as orações. Enfim, tudo que os alunos tinham que estudar, eles já estudaram, agora é hora de relaxar e realizar o Exame.
  1. Preparar um dia antes o que levará para prova. Deixe pronto o que vai levar para comer, sempre levar mais de uma caneta, pois quanto mais a pessoa se preparar, menos a ansiedade ruim a afetará.

Apesar das orientações e preparos, muitos jovens se autocobram para ter um bom desempenho no ENEM com medo dos julgamentos de amigos e familiares. Nesses casos, a psicóloga Livia aponta que o candidato não deve se pressionar, pois uma prova não reflete a capacidade total dessa pessoa. “Tem muitas coisas adversas que podem acontecer no dia e afetar o estudante, como contratempo no percurso do transporte, o psicológico, entre outras. Mas é importante que o jovem lide com o seu emocional. Claro que tem cursos mais concorridos que geram mais pressão, mas muitas vezes vem da família. Nesse caso a pessoa deve procurar uma ajuda psicoterápica para passar por esse período de prova com mais leveza.”

Outro ponto que muitas vezes impacta os candidatos é a frustração pós-prova por não ter tido um bom desempenho. Livia retoma o argumento: é importante o aluno saber que um resultado não define seu conhecimento, capacidade e quem ele é.

“Com resultados abaixo do esperado, o jovem precisa fazer uma reflexão de onde ele errou e entender se faltou estudo em alguma matéria ou assunto. Tem muito aluno que estuda detalhadamente assuntos que claramente são menos pedidos do que aqueles que costumeiramente caem na prova. Cada exame do ENEM tem as estatísticas das questões, temas mais pedidos em edições anteriores, então é legal a pessoa prestar atenção nesses pontos. É importante também programar o tempo de estudar, porque não adianta nada passar 5 horas no cursinho, mas fora dele não ter tempo suficiente de estudo. E o erro mais frequente, que afeta 90% dos estudantes, é a falta do lazer, então ele precisa praticar um esporte e fazer o que gosta”, finaliza a professora de Psicologia da Unicid.

Sobre a Unicid – Fundada em 1972, a Universidade Cidade de São Paulo – Unicid é referência na formação de profissionais da área da saúde, com cursos tradicionais e pioneiros na região como Fisioterapia, Odontologia, Enfermagem e Medicina. Além disso, reúne cursos respeitados em diversas áreas do conhecimento, com alunos na graduação, pós-graduação lato e stricto sensu, presenciais e a distância, cursos de extensão e programas de parcerias no Brasil e no exterior. Pertence ao grupo Cruzeiro do Sul Educacional, um dos mais representativos do País, que reúne instituições academicamente relevantes e marcas reconhecidas em seus respectivos mercados. Visite: www.unicid.edu.br e conheça o Nosso Jeito de Ensinar.