Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Fato ou Fake sobre combustíveis aditivados

Há muitos mitos em relação aos combustíveis, principalmente quando se trata dos aditivados. Por isso, é importante saber o que é fato ou fake para beneficiar os consumidores no momento do abastecimento, seja para evitar uma manutenção fora de hora ou mesmo economizar, uma vez que a idade média da frota em circulação dos veículos no país é a maior desde 1995 — de 10 anos e 3 meses, segundo dados divulgados pelo Sindipeças.

Neste sentido, Gilberto Pose, especialista em combustíveis da Raízen, licenciada da marca Shell, explica que “com o avanço da engenharia automotiva, surgiram novos motores e tecnologias que melhoraram o desempenho dos veículos, acabando com muitos mitos de décadas atrás”. Pose explica como identificar o que é fato ou fake sobre os combustíveis aditivados.

A utilização de combustível aditivado melhora a economia de combustível

Fato — A partir da limpeza das válvulas, há uma maior facilidade no processo de combustão, melhorando assim, a economia geral do combustível. Isso significa que, com o motor mais limpo, o sistema de injeção e a queima do combustível melhoram, aperfeiçoando o seu rendimento.

Combustível aditivado “vicia” o motor

Fake — Quanto mais abastecer com combustível aditivado, melhor. O uso constante ajuda a limpar e manter o motor livre de resíduos, protege e lubrifica as partes internas em contato com o produto para que se movimentem mais suavemente, reduzindo o gasto de energia, além de auxiliar na sua performance e desempenho. Segundo Pose, “além dos benefícios a médio e longo prazo, no caso dos combustíveis aditivados da família Shell V-Power, incluímos a tecnologia exclusiva INFINITY, que proporciona maior performance e rendimento”.

A gasolina aditivada tem cor diferente

Fato — Para diferenciar a gasolina aditivada da comum, as empresas colocam corante em sua formulação. Cada marca utiliza uma cor, o que não tem relação alguma com a qualidade do combustível. Vale ressaltar que a única cor que não pode ser utilizada é a azul, restrita à gasolina de aviação.

Montadoras não recomendam combustíveis aditivados

Fake — A maioria das montadoras recomenda o abastecimento com combustíveis aditivados, especificado no manual do proprietário.

A gasolina aditivada permite maior limpeza e proteção do motor

Fato — A gasolina aditivada otimiza a vida do motor, por conter substâncias que auxiliam na limpeza, protegendo o sistema de admissão contra a formação de depósitos, que proporcionam o benefício da redução da manutenção. Além disso, os aditivos reduzem o atrito entre as peças móveis do motor. Desta forma, quando o atrito é menor, a energia produzida não se perde no contato entre as peças.

Colocar combustível aditivado em veículo que só usa comum causa falha no motor

Fake — As falhas acontecem por conta dos resíduos acumulados no motor, que dificultam o fluxo correto de combustível. Ao abastecer com produtos aditivados, é feita uma limpeza destes resíduos pelos detergentes presentes na fórmula. “Mas não se preocupe. Os dispersantes presentes nos combustíveis aditivados têm a função de ‘quebrar’ os resíduos que se desprendem do motor em partículas microscópicas, evitando que se acumulem nos filtros”, tranquiliza Pose.

Abastecer com combustível aditivado com frequência melhora a performance do veículo

Fato — Um veículo frequentemente abastecido com combustível comum pode ter muito resíduo acumulado nas partes internas do motor. Para uma limpeza completa é preciso abastecer entre quatro e cinco tanques com combustível aditivado de qualidade. “O mais indicado é que o uso de combustíveis aditivados seja frequente, pois, além de limpar, os aditivos evitam a formação de novos depósitos de resíduos”, sugere Pose. A nova fórmula da Shell V-Power é ideal para qualquer tipo de veículo, desde os movidos a gasolina aos flex, como também os de baixa ou alta potência, pois ela evita o acúmulo de partículas que prejudicam o desempenho do motor.

Combustível aditivado não é recomendado para motos

Fake — Os motores de carros e motos têm os mesmos benefícios ao usar combustíveis aditivados. “Todos os tipos de motor passam pelo mesmo processo de limpeza quando abastecidos com combustíveis aditivados, não há diferenciação”, complementa Pose.

O combustível aditivado ajuda a reduzir a emissão de gases do efeito estufa

Fato — Quando há um aumento no desempenho do combustível, consequentemente há uma redução no seu consumo. Esse benefício promove uma redução das emissões de gases poluentes. “No caso da nova e exclusiva Shell V-Power, ela proporciona queima mais completa do combustível, por sua ação diferenciada na limpeza das partes críticas do sistema de alimentação dos motores. Dessa forma, uma combustão mais completa e eficiente colabora na menor emissão de gases de efeito estufa pelo sistema de escapamento do veículo”, explica Pose.

Todo combustível aditivado é igual

Fake — Cada distribuidora tem uma fórmula exclusiva dos aditivos adicionados aos combustíveis. “A nova gasolina Shell V-Power traz agora a tecnologia INFINITY, que entrega ainda mais performance e rendimento, promovendo o rejuvenescimento no desempenho dos motores e proporcionando uma queima mais eficiente do combustível”, finaliza Pose.

Sobre a Raízen

Com o propósito de redefinir o futuro da energia a partir de um amplo portfólio de soluções renováveis, a Raízen possui um modelo de atuação único e irreplicável, sendo protagonista em todos os setores em que atua e liderando a transição energética do País. Ao promover impacto positivo a todos os seus stakeholders, a empresa tem como compromisso produzir hoje a energia do futuro, por meio do crescimento sustentável lucrativo do negócio, orientada por metas factíveis, sólidas e alinhadas ao seu propósito.

Por meio de tecnologias avançadas e proprietárias, a Raízen tem ampliado seu portfólio de renováveis, como o etanol de segunda geração (E2G), o biogás, biometano e a bioeletricidade de fontes 100% limpas. Desde sua formação, a Raízen já evitou 30 milhões de toneladas de CO2 e tem como objetivo ampliar o potencial de descarbonização por meio de seus produtos para mais de 10 milhões de toneladas de CO2 evitados por ano. Ainda, a empresa tem como um de seus objetivos, ser o melhor parceiro na descarbonização, por isso, assumiu a meta de ter 80% do EBITDA de negócios e fontes renováveis até 2030.

Com um time de mais de 40 mil funcionários, opera 35 parques de bioenergia, com capacidade instalada para moagem de 105 milhões de toneladas de cana com cerca de 1,3 milhão de hectares de áreas agrícolas cultivadas com tecnologia de ponta e colheita totalmente mecanizada. Na safra 21´22, produziu 3,5 bilhões de litros de etanol, 6,2 milhões de toneladas de açúcar e 2,9 TWh de bioenergia produzida a partir da biomassa da cana.

Por meio de uma rede de mais de 7.900 mil postos revendedores que estampam a marca Shell no Brasil, na Argentina e no Paraguai, atende milhões de consumidores diariamente em suas jornadas, oferecendo desde os exclusivos combustíveis da família Shell V-Power até praticidade e benefícios na hora do pagamento com o aplicativo Shell Box. Pelo Grupo Nós (Joint venture com a FEMSA Comercio), atua no varejo de conveniência e proximidade com mais de 1.400 lojas Shell Select e com os mercados OXXO. Na safra 21´22 comercializou 34 bilhões de litros de combustíveis por meio de sua infraestrutura que conta com mais de 70 terminais de distribuição pelo país, com presença em 19 portos e 70 bases de abastecimento em aeroportos.

Está entre as maiores empresas do Brasil. Na safra 21’22, a Raízen apresentou uma receita líquida de R$ 196 bilhões, gerando emprego e renda, dinamizando a economia e promovendo impacto social positivo por meio de inúmeras ações, com destaque para a Fundação Raízen, instituição sem fins lucrativos que há 20 anos atua na educação de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.