Pular para o conteúdo

Senac Barretos

4 erros que alteram o resultado do exame de urina – e você não pode cometer

Fazer xixi em um potinho e ter que levá-lo ao laboratório não é uma experiência agradável. Agora, imagina ter que fazer isso mais de uma vez porque a coleta não foi realizada da forma correta… Seria desgastante, não é?

A boa notícia é que existem alguns cuidados para evitar que isso aconteça com você. Vem entender!

Exame de urina: para que ele serve, afinal?

Sabemos que você está esperando pelas dicas, mas, antes, é preciso fazer uma breve contextualização sobre esse exame. É comum que algumas pessoas ainda não saibam qual é o objetivo dele.

Se você é uma delas, não se preocupe! A gente te explica. Quando o médico pede um exame de urina, ele quer verificar se existem possíveis alterações no sistema renal e urinário.

O profissional pode solicitá-lo se desconfiar que a pessoa está com alguma doença. Também é comum que ele peça como rotina.

Os tipos de coletas de urina podem variar

Não existe um único tipo. Os mais comuns são a coleta da amostra isolada de uma micção ou a urina 24h.

Os tipos de exames de urina também podem ser diferentes

Existem diversos deles, mas os mais comuns são: EAS e Urocultura. Temos quase certeza de que você – ou alguém próximo – já deve ter feito. Agora, para que eles realmente servem? Na tabela abaixo, você vai descobrir alguns deles:

Quais são os erros mais comuns ao fazer exame de urina?

Agora que você já tem uma ideia do que é o exame de urina, podemos listar alguns erros na hora de realizá-lo. Cometer esses deslizes alteram o resultado ou, até mesmo, fazem você coletar de novo a amostra. Alguns deles são:

  1. Não fazer a higienização correta

O primeiro erro é não fazer a higienização correta das mãos e da área genital antes de coletar a urina. Ter esse cuidado vai evitar a contaminação da amostra.

  1. Não seguir as instruções de preparo

Cada tipo de exame de urina pode ter um preparo diferente. Por isso, é importante seguir sempre a recomendação do laboratório escolhido por você. Veja alguns exemplos:

  1. Não seguir as instruções de coleta

Não seguir à risca as orientações de coleta pode fazer com que você tenha que fazer tudo de novo. Para evitar esse retrabalho, existem algumas instruções importantes:

  1. Ignorar o tempo de estabilidade

Um ponto importante é: a urina é uma amostra de baixa estabilidade. Então, logo depois que você terminar de coletar o xixi,  é preciso entregar o potinho ao laboratório rapidamente. Quanto mais “fresca” essa amostra for, melhor.

Se você estiver perto do local no qual vai entregar a amostra, ótimo. Se não, o período de estabilidade da coleta da Urina Isolada e da Urina 24h é de até 6 horas caso estejam refrigerados.

Pode dar erro no exame de urina?

Sim, é possível. Um dos erros mais comuns é a contaminação da urina pela falta de higiene adequada. Porém, se o exame é feito de forma correta e bem preparado, as chances de isso acontecer são bem menores.

Onde fazer o exame de urina?

O exame de urina pode ser feito na rede pública e privada de saúde. Além disso, algumas empresas da rede particular oferecem o serviço em casa. Então, o desconforto de ir até o laboratório para entregar a amostra não acontece. Tudo isso torna a realização muito mais prática e confortável.