Pular para o conteúdo

Senac Barretos

6 dicas para ensinar paciência às crianças

Habilidade deve ser praticada desde cedo e traz benefícios ao longo de toda vida

A rapidez da tecnologia e dos aparelhos eletrônicos entregam cada vez mais recompensas instantâneas e gratificações de forma ágil. Dessa forma, é fácil que as crianças se acostumem a retornos imediatos, sem nunca ter que esperar, o que torna muito difícil ensiná-las a ter paciência.

Essa habilidade, muito necessária ao longo da vida, é usada em diversos momentos, ao esperar pela sua vez em um jogo, na fila do cinema, para preparar a comida ou na para ser atendido pelo médico. Por isso, ensinar as crianças a serem pacientes é muito importante e não deve ser subestimado. Além dos benefícios imediatos, isso poupará a criança e o futuro adulto de muita frustração no futuro.

Como ensinar paciência?

A capacidade de esperar tem a ver com autocontrole, uma habilidade que é difícil para as crianças. Isso porque, na infância, o cérebro ainda está em desenvolvimento, mas aí entra o importante papel dos pais. “Os pais têm fundamental importância no desenvolvimento da paciência, pois é neles que elas se espelham e confiam”, ressalta a professora do Ensino Fundamental do Colégio Marista Maringá, Katia Luciana Lopes.

O primeiro passo, portanto, é explicar qual é a situação a ser enfrentada e o porquê. Ao saber o que esperar, as crianças conseguem administrar melhor a situação. E claro, com prática. Depois, tenha calma: no geral, as crianças apresentam maior autorregulação e paciência à medida que crescem. Além disso, não esqueça de dar o exemplo, afinal, eles estão sempre de olho e se você quer que o seu filho seja paciente, é preciso agir com tranquilidade diante dos desafios da vida.

É importante lembrar de usar palavras positivas para ensinar as crianças a terem paciência, e não punir. Por isso, valorize quando ela espera por algo, isso demonstra confiança nas suas capacidades.

Confira 6 passos para ensinar paciência às crianças:

1. Ensine desde pequeno

A maioria das crianças não nasce paciente. E a melhor maneira de ensinar é desde cedo, em situações simples do cotidiano. Por isso, da próxima vez que o seu filho pedir um lanche, prepare com calma e não se apresse somente para evitar reclamações. Deixe que ele veja que o seu pedido está sendo atendido, mesmo que não seja tão rápido quanto ele esperava.

Quando você finalmente der ao seu filho o que ele pediu, elogie-o por ter tido paciência para esperar. Esta é uma maneira simples e eficaz de ensinar as crianças pequenas a praticar a paciência.

2. Evite a gratificação instantânea

Seguindo o primeiro passo, você não precisa atender o seu filho instantaneamente em tudo. Claro que em algumas situações, isso será necessário, mas não em tudo. Quando ela pedir pra jogar bola, por exemplo, diga que antes precisa terminar algo que está fazendo. Depois, honre o pedido.

As crianças pequenas que têm menos noção de tempo podem ter dificuldades com isso no início. Mas elas irão aprender a praticar a paciência, desde que você sempre cumpra o pedido depois. Novamente, agradeça à criança por esperar, valorizando essa habilidade.

3. Reconheça que esperar pode ser difícil

Todos nos sentimos impacientes às vezes, e com as crianças não é diferente. Por isso é importante reconhecer que esperar na sala do médico não é divertido. Então, da próxima vez que seu filho estiver chateado porque teve que esperar mais do que queria, respire fundo.

Lembre-se de se abaixar, olhar nos olhos dele e dar um abraço. Abraços comprovadamente reduzem os níveis de estresse e, consequentemente, de impaciência. Converse com seu filho. Diga que esperar é difícil e você entende como ele se sente. Reforce que o admira por estar esperando e lembre-o que todos temos que ter paciência em alguns momentos.

4. Ensine o autocontrole

Para as crianças, aprender a ter paciência inclui entender que elas podem tentar controlar suas ações. Então, ajude os seus filhos a recuperar o autocontrole antes de atender aos pedidos deles. Por exemplo, se houver apenas um controle de videogame e seu filho estiver reclamando que é a vez dele, ajude-o a se acalmar para atender. Isso ajudará a incutir a ideia de que agir com impaciência não é a maneira de conseguir o que você quer.

5. Pratique a paciência com jogos

Jogos de revezamento são ótimos para praticar a paciência. Por isso, invista em momentos divertidos em família brincando de jogo da memória e amarelinha, por exemplo. Enquanto estiver jogando, diga coisas como: “Você não pode mexer nessa peça agora, mas você terá uma chance se esperar” e “Vê como todos precisam esperar sua vez também?”

6. Seja o modelo de paciência

As crianças aprendem muito por meio da observação. Ou seja, não é somente o que você fala que conta, mas também a forma que age. Se você perde o controle em situações difíceis, pode apostar que seu filho vai perceber esse comportamento.

A boa notícia é que é possível aprender a ter paciência em qualquer idade. Será positivo para o seu filho ver você aprender e praticar uma paciência. Fale sobre como é difícil para você esperar, assim como para ele. Assim, podem aprender e praticar juntos.

Sobre os Colégios Maristas: 

Os Colégios Maristas estão presentes no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 21 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação.

Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.