Pular para o conteúdo

Senac Barretos

Pernas cansadas e inchadas? Veja como a Drenagem Linfática pode resolver esse problema

A drenagem linfática é um método de massagem que foi desenvolvido por Emil Vodder e sua esposa, em Paris, no ano de 1932. Essa massagem foi desenvolvida com o intuito de tratar afecções crônicas das vias respiratórias superiores, mas é atualmente empregada na estimulação da circulação linfática, principalmente em pessoas que sofrem com retenção de líquidos.

Tem como objetivo aumentar o volume e a velocidade da linfa a ser transportada pelos vasos e ductos linfáticos, por meio de manobras que imitem o bombeamento fisiológico. Ela é muito útil para melhorar o aspecto da pele, reduzir celulites e edemas. Além disso, também pode auxiliar no tratamento de doenças linfáticas, como a linfedema.

Mulheres que chegam em casa cansadas, com as pernas inchadas, aquele mal-estar nos pés e nas pernas, qual o melhor tratamento para isso? É a drenagem linfática! A médica Dra. Kelly Pico explica que esse tipo de massagem é especialmente indicado para mulheres que sofrem com esses problemas, pois ajuda a estimular a circulação sanguínea e linfática e alivia a sensação de peso nas pernas. Além disso, também contribui para a eliminação de toxinas do organismo.

A drenagem linfática melhora a circulação e o retorno venoso, diminuindo aquele inchaço nas pernas que nos causa tanto desconforto. Além disso, apresenta resultados maravilhosos reduzindo celulites, pois diminui o processo inflamatório. “A massagem linfática é uma técnica muito eficaz para aliviar o corpo de toxinas, estimular a produção de colágeno e até mesmo combater a gordura localizada.” informa a Dra. Kelly.

Dessa forma, a drenagem linfática possui muito benefícios não só de massagem, e se associada a Cromoterapia a resposta é muito efetiva.

O que é a Cromoterapia?

Na estética, a luz colorida é aplicada como emoliente e cicatrizante, onde após ser realizados procedimentos com produtos específicos para cada situação. Para cada procedimento é utilizada uma cor apropriada para a absorção no organismo e restaurar as células debilitadas. Vale lembrar que é uma prática complementar e que não substitui o tratamento.

Como é feita a massagem de drenagem linfática?

A drenagem linfática pode ser feita manualmente ou através de aparelhos. Como os gânglios linfáticos se localizam sob a pele e acima dos músculos, a massagem deve ser feita com movimentos de pressão leve, rítmicos, suaves, lentos, relaxantes e precisos, com os dedos ou s mãos, dependendo da parte do corpo.

O procedimento melhora também a circulação em geral, relaxa o corpo e pode atuar discretamente no combate a gordura localizada – uma vez que a massagem aumenta o metabolismo do local.

Por isso, quando há uma melhora da circulação da linfa, há também uma maior oxigenação dos tecidos do corpo, o que melhora o aspecto da celulite e gordura localizada. Além disso, a massagem linfática pode auxiliar na perda de peso, pois promove a lipólise, que é a decomposição das moléculas de gordura.

“Mas não se iluda, a drenagem linfática não emagrece por si só! Ela vai ajudar a reduzir medidas por acabar com o inchaço e eliminar toxinas do corpo. Mas para obter resultados mais efetivos será necessário abordar hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e prática de exercícios físicos e acrescentar a drenagem linfática como um complemento.” finaliza a Dra. Kelly Pico.

Mais Sobre Dra. Kelly Pico: CRM – 97978

Com mais de 22 anos de experiência na medicina,
Kelly Pico é formada pela Faculdade de Medicina ABC
Pós graduação em Medicina Estética e Medicina Preventiva