Processo de instalação de Câmeras de Segurança foi iniciado em Guaíra

Empresa vencedora da licitação estabeleceu um prazo de 20 dias para dar início à implantação das câmeras de segurança nos postes já instalados
PROCESSO DE INSTALAÇÃO DAS CÂMERAS DE SEGURANÇA FOI INICIADO EM GUAÍRA

PROCESSO DE INSTALAÇÃO DAS CÂMERAS DE SEGURANÇA FOI INICIADO EM GUAÍRAEmpresa vencedora da licitação estabeleceu um prazo de 20 dias para dar início à implantação das câmeras de segurança nos postes já instalados

Prossegue a implantação do Sistema de Vídeo monitoramento que vai acompanhar em tempo real a segurança em diversos pontos da cidade de Guaíra.

Inicialmente, foram instalados os 40 postes nos pontos que receberão as câmeras, além da construção de uma torre na sede da Guarda Civil Municipal que abrigará as antenas que serão responsáveis pelas transmissões das imagens das câmeras. Ainda na Guarda Municipal será implantada a central de monitoramento.

As câmeras serão instaladas em diversas regiões da cidade entre elas: Secretaria de Educação, nas proximidades das escolas municipais, CEI (Centro de Educação Infantil) CEMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) e EMEF (Educação Municipal de Ensino Fundamental, além do bairro rural São José do Albertópolis (Guaritá).

As câmeras que possuem recursos para gravação, visão 360º graus e aproximação de 36 vezes (zoom), prometem trazer mais tranquilidade a população, que contará com mais esse recurso de segurança no município.

Equipes treinadas ficarão encarregadas da observação do movimento captado pelas câmeras. Atitudes suspeitas ou flagrantes serão informadas imediatamente para viaturas da Guarda ou então para encarregados de outros órgãos públicos, ligados a segurança.

A empresa vencedora da licitação estabeleceu um prazo de 20 dias para o início das instalações das câmeras de segurança.

Vandalismo
Alguns dias após a instalação dos postes onde serão implantadas as câmeras de segurança, dois deles localizados no bairro Bom Jesus (próximo a escola Maria Auxiliadora) e na Cohab I (Padre Mario Lano) foram roubados. A empresa responsável fez um B.O. informando o ato de vandalismo a Polícia Civil.

É importante lembrar que o ato de vandalismo é crime e o autor do delito fica sujeito à prisão e multa por danos ao patrimônio público. O vandalismo é a destruição intencional de bens e propriedades alheias e, segundo especialistas, caminha junto com a violência.

A cidade é a principal prejudicada com os atos de vandalismo, por isso é importante a participação da própria população para denunciar os vândalos, que devem ser punidos.

O cidadão que presenciar qualquer ato de vandalismo deve acionar a Guarda Civil Municipal (199) ou a Polícia Militar (190).

fonte: www.guaira.sp.gov.br

Publicidade:
Anterior Caminhada contra o câncer “PASSOS QUE SALVAM” será realizada neste domingo (25)
Próxima Morre o professor de educação física Totonho Elias