Evento em Barretos quebra recorde mundial e será registrado no Guinness Book

O Insane Sound, encontro de veículos com som automotivo, realizado neste final de semana no Parque do Peão, em Barretos/SP, quebrou o recorde mundial de maior terremoto causado pelo som
unnamed (2)
Público reunido em frente às carretas poucos minutos antes da quebra do recorde (Foto: Jânio Munhoz)

Maior terremoto já causado pelo som aconteceu no Parque do Peão

O Insane Sound, encontro de veículos com som automotivo, realizado neste final de semana no Parque do Peão, em Barretos/SP, quebrou o recorde mundial de maior terremoto causado pelo som. No domingo, dia 28, com a presença do juiz da Guinness World Records, Mike Janela, foi registrada pelo sismógrafo a marca de 6,985 mm/seg, o equivalente a um terremoto de pequena magnitude. O tremor pode ser comparado também à explosão de 400 kg de explosivos.

Carretas e caminhonetes que chegam a carregar equipamentos com até 1 milhão de watts de potência se reuniram próximo à feira comercial do Parque e tocaram a mesma música ao mesmo tempo por 10 minutos para que o aparelho sismógrafo medisse o tremor.

O recorde será publicado no site www.guinnessworldrecords.com na terça-feira, dia 30, e na edição de 2015 do Guinness Book. O organizador do Insane Sound, Daniel Boner, agradeceu a parceria da Associação Os Independentes e comemorou a conquista. “Muita gente falou que seria impossível superar a marca do registro anterior que aconteceu no Reino Unido, mas nós conseguimos aqui no Brasil e o melhor, no interior. Estamos muito felizes e realizados”, declarou.

Jerônimo Luiz Muzetti, presidente de Os Independentes, ressaltou que a Associação busca criar e possibilitar produtos turísticos para Barretos o ano todo. “Quem esteve no Insane Sound pode ver o tamanho do evento e a quantidade de empresas e fábricas que participaram. O Parque do Peão provou mais uma vez sua versatilidade em receber os mais diferentes perfis de eventos”, disse.

unnamed (3)
Marcelo Mendes, engenheiro responsável pelo sismógrafo, Jerônimo Luiz Muzetti, presidente da Associação Os Independentes e Mike Janela, juiz da Guinness World Records no momento da entrega do certificado do recorde (Foto: Jânio Munhoz)

Publicidade:
Anterior Atenção proprietários de imóveis rurais: Cadastre-se no CAR
Próxima Jornal O GUAÍRA - Edição de 30/setembro/2014 (terça-feira)