BAIRRO VIVENDAS TORNA-SE MAIS VISADO PONTO DE FURTOS


1421834786_5253

Uma série de furtos realizados nos últimos dias causa preocupação aos moradores do bairro Vivendas do Bom Jardim.

Nos últimos dias, a presença da Polícia Militar tem sido mais intensa no bairro para coibir a ação dos bandidos como ocorreu sexta-feira à tarde.

Em uma casa da Avenida 9-A, 296, a professora Magda Junqueira Silva saiu para trabalhar e à tarde apareceram dois ladrões, sendo um menor, com seu companheiro de 21.

Quando os policiais militares chegaram, o produto do furto estava amontoado em um corredor: bolsa, frasqueira, CDs, dois litros de uísque, calçados, duas bicicletas, um televisor, dois colchões, nove perfumes e cosméticos, três celulares, shorts esportivos de marcas conhecidas, três camisas, camisetas, duas jaquetas, quatro pares de meias e bijuterias. Bem sortido.

Os ladrões não conseguiram consumar o furto, por isso, não puderam ser enquadrados. Apenas o menor estava no interior da casa quando os PMs chegaram. Ele teria tentado fugir, usando o Whatsapp para chamar uma terceira pessoa que se aproximou de motoneta para busca-lo e, quando percebeu a presença das viaturas da PM, fugiu, foi perseguido; caiu logo adiante em uma rotatória e acabou sendo abordado.

Esse terceiro suposto participante do crime confessou aos PMs Uilis e Sartoreli que pretendia resgatar o menor que havia entrado na casa junto com outro maior, ambos armados com uma barra de ferro utilizada para o arrombamento.

Os ladrões foram surpreendidos pelo sargento Rúbio que teve de escalar, entrou na varanda da casa; percebeu a presença dos criminosos e chamou os companheiros. O menor estava no corredor onde deparou com os PMs Brianez e Antonino e foi imobilizado.

SÉRIE

Há vários dias estão sendo registrados furtos no bairro Vivendas. Na quinta-feira à tarde, ocorreu um furto na casa da Avenida 11-A, 197; no mesmo dia alguém furtou uma bolsa cheia de óculos, cintos, carteiras e uma bolsa com alça que estava amarrada em uma motoneta à Rua 6 entre avenidas 3 e 5.

Antes, no dia 10, o ataque dos ladrões foi na Avenida 3-A, depois do almoço, deixando prejuízo para o morador que notou sinais de arrombamento e a falta de uma câmera digital e dois notebooks, um marca Del e outro Acer.

PM

O 1º tenente Ubiali disse ao jornal A Cidade que a atenção da Polícia Militar está sendo concentrada no bairro Vivendas e imediações, mas, lamentou que no caso do furto de sexta-feira em que o menor estava envolvido os suspeitos tivessem sido libertados. A polícia civil entendeu que os ladrões não consumaram o furto, pois os produtos se encontravam na casa –nada foi subtraído – quando a PM chegou. Nem o rapaz da motoneta que confessou aos PMs a intenção de resgatar o menor ficou livre do flagrante.

FONTE: Jornal A CIDADE

Publicidade:
Anterior GUAIRENSE FAZ SUCESSO COM DECORAÇÃO EM RIO PRETO
Próxima CÂMARA APROVA REAJUSTE DO FUNCIONALISMO MUNICIPAL SEM GANHO REAL E REJEITA AUMENTO DO SALÁRIO DO PREFEITO, VICE E VEREADORES