CÂMARA CRIA O SISTEMA DE VOTAÇÃO ELETRÔNICA


A Câmara Municipal realizou terça-feira, 28, a última sessão ordinária do mês de abril.

Uma das matérias aprovadas cria o Sistema Eletrônico de Votação. Os vereadores votaram por unanimidade a alteração da resolução número 34, de 24 de novembro de 2014, o Regimento Interno.

Sistemas como esse funcionam em inúmeras Câmaras Municipais. Em uma das cidades, Vitória da Conquista (BA) o vereador Nelson de Vivi (PCdoB) afirmou que “esses novos equipamentos vão dar agilidade às votações. Fizemos o teste hoje e foi muito positivo”, declarou.

Com esse sistema, os votos e a presença dos vereadores nas sessões estarão disponíveis para o público em tempo real.

Ao todo, o presidente da Câmara colocou em votação quatro projetos, sendo três de autoria do Poder Legislativo e apenas um de autoria do Poder Executivo.

O Projeto de lei número 17, de autoria do Poder Executivo, altera a Lei Ordinária Municipal número 2537/11, que cria o Conselho Municipal da Mulher; foi aprovado por unanimidade.

Foi colocado em votação o projeto de Decreto Legislativo, de autoria da vereadora Susete Costa Barini (PT), que cria a Procuradoria Especial da Mulher na Câmara Municipal e foi aprovado.

O projeto de Resolução número 02, de autoria da mesa da Câmara, que dispõe sobre a criação do SIC (Serviço de Informação ao Cidadão), no âmbito do Poder Legislativo, também foi aprovado.

Por último, o projeto de resolução número 03, de autoria da mesa da Câmara, que altera a resolução número 34, de 24 de novembro de 2014, o Regimento Interno, que cria o Sistema Eletrônico de Votação, foi aprovado por unanimidade.

fonte: Jornal A Cidade

Publicidade:
Anterior COLÉGIO SANTA LUZ CAMPEÃO DOS JOGOS ESCOLARES
Próxima Começam os preparativos para o Festival de Pesca