Nos primeiros dias de funcionamento da Área Azul de Guaíra está conseguindo atingir o seu objetivo: organizar e disciplinar o trânsito e estacionamento no centro comercial. Indicativo do novo comportamento dos motoristas, motociclistas e ciclistas o que ocorreu uma drástica queda nas citações de orientação.   No primeiro dia ( segunda-feira dia 15 de abril) foram registradas 451 notificações, sendo que 25 evoluíram para autuação e multa. Já no segundo dia (terça-feira, 16 de abril) este montante caiu para 247.

As infrações mais comuns foram o estacionamento sem o tíquete tickets e em vagas para idosos e deficientes. As multas são feitas pela PM que tem o valor R$ 195,00 e 5 pontos na CNH.

Os tickets custam R$ 2,00  para uma hora ou R$ 3,00 para duas horas. O quadrilátero de estacionamento rotativo de Guaíra abrange as ruas 8, 10 e 12  e as avenidas 13, 11 e 9.

O estacionamento alternado no centro funcionará de segunda à sexta, das 9h às 18h e aos sábados, das 9h às 13h. O prazo máximo de parada na mesma vaga será de 2 horas, por tickets.

Veículos de carga e descarga, idosos e deficientes, portando cartão, em suas vagas exclusivas não pagam. Motos devem estacionar em vagas próprias ou estarão sujeitas a multa.

A venda de tickets é exclusiva de comerciantes identificados como ponto de vendas, portanto não haverá venda pelos agentes da Área Azul, os guardas mirins, e nem no escritório do Ganha Tempo.

Os agentes do Agentes de Monitoramento da Área Azul  – DEMUTRAN – Departamento Municipal de Trânsito – (Guardas Mirins) atuam com apoio do Departamento de Posturas, Guarda Municipal e PM.

Quem anda pelo quadrilátero comercial percebe que os usuários estão se adaptando as normas do estacionamento rotativo, com carros, motos e bicicletas estacionando nas vagas determinadas, o que proporcionou um trânsito mais tranquilo, e, consequentemente mais seguro.