Banda Fuze, do Rio de Janeiro, será responsálve por abrir o festival no Palco João Rock. Crédito: Igor Foto e Vídeo

Banda Psycoprata se apresentará no Palco Fortalecendo a Cena no João Rock 2019. Crédito: Igor Foto e Vídeo.

Foram 3 etapas, 620 concorrentes, 50 dias de expectativa e duas audições em dois dias. As bandas Fuze (Rio de Janeiro/RJ)Psycoprata (Santa Luzia/MG) foram as vencedoras do Concurso promovido pelo Festival João Rock, que este ano, em uma ação inesperada, escolheu duas bandas para abrirem a programação do evento.

Compartilhando o Palco João Rock com Paralamas do Sucesso, Pitty, Zeca Baleiro, CPM22, Scalene, BaianaSystem, Marcelo D2, Alceu Valença, Emicida e Rael convidam Mano Brown estará a Banda Fuze. Já no Fortalecendo A Cena, o grupoPsycoprata será a primeira atração do palco, que na sequência recebe as bandas que estão despontando na música nacional, entre elas Rincon Sapiência, Djonga, Big Up, Filipe Ret, BK e Maneva.

A final – que revelou as campeãs – aconteceu no sábado, 1 de junho, no Teatro de Arena em Ribeirão Preto/SP, e foi composta de uma apresentação para o público e jurados. Já neste dia, as bandas compartilharam o palco com Dead Fish, que fez o show especial para a grande final.

As vencedoras

Formada em 2008, no Rio de Janeiro/RJ, a Fuze, traz em sua essência a energia e o groove do pop rock. A banda começou na garagem de casa ensaiando e tocando pra se divertir. É composta por Pedro Novaes (bateria), Felipe Novaes (baixo e voz), Diogo Novaes (guitarra e voz) e Gui Solto (guitarra). Em 2019 começaram a gravação do primeiro EP com 6 músicas autorais, 5 das quais já são tocadas nos shows. Em suas letras buscam transmitir energia e emoção através das palavras para alcançar e tocar as pessoas.

“O que tiramos desta experiência foi a diversão e o fato de conhecermos novas bandas. A relação que tivemos com elas foi de companheirismo, pois a cada apresentação todos se ajudavam e incentivavam uns aos outros. Chegamos na final, tocamos para nos divertir, com o coração, com a alma e colhemos todo o fruto dessa experiência maravilhosa. É uma honra e um passo enorme em nossa carreira estarmos no festival. Só temos que agradecer por tudo”, disse Pedro Novaes.

Residente de Santa Luzia, extremo Norte de Belo Horizonte/MG, o rapper Psycoprata uniu forças ao Hip Hop no ano de 2009 em batalhas de MCs. Depois de passar por outras bandas e lançar singles na internet, o rapper desenvolveu suas habilidades como produtor e desenvolveu samples e instrumentais diferenciados. Suas letras narram fatos vividos, pensamentos e ideias em discursos fortes, no estilo ‘Sujo’ e ‘Cru’ de fazer RAP. Para o concurso de bandas apresentou o show “O Exército Invisível” que trouxe na sua formação, além dele, os rapper Mist Kiila e Insano e o DJ Patão.

“Entramos no concurso com o sonho de vencer e já imaginávamos em cima de um dos palcos do festival. Ao longo do processo de votação, seleção e disputa, Deus esteve presente conosco o tempo todo nos dando confiança e força pra conseguir chegar onde chegamos. Agradecemos a oportunidade e ficamos muito feliz por essa vitória”, comentou Psycoprata.

O dobro de inscrições e curso de gestão

O Concurso de Bandas do João Rock acontece desde 2009 revelando novos nomes da cena do rock e seus subgêneros no país. Neste ano, a disputa na primeira fase contou com o dobro de bandas inscritas em relação ao ano passado.

“O concurso se tornou uma importante ferramenta para as bandas que estão no início de carreira. É uma oportunidade delas participarem de um grande Festival, dividindo o palco com artistas consagrados e tocando para um grande público. Este ano, a escolha foi bastante difícil, com a participação de grupos de altíssima qualidade, então optamos por dar a oportunidade de duas bandas viverem a experiência de estarem no JR”, comenta Marcelo Rocci, um dos organizadores do evento.

Nesta edição, pela primeira vez, o João Rock ofereceu às quatro bandas semifinalistas um ciclo de palestras, com duração de dois dias, sobre gestão de carreira musical. Entre os temas abordados estavam dicas para montar e planejar uma banda, relacionamento com a imprensa, gestão de carreira e produção musical.

Como foi o concurso

Bandas de todos os estados brasileiros concorreram na primeira fase do festival, composta por votação popular através do site oficial. Dentre elas, as 20 mais votadas foram analisadas e 10 seguiram para a fase semifinal. Divididas em dois grupos, elas se apresentaram para o público e jurados e, após uma disputa acirrada, apenas 4 chegaram na tão sonhada final composta por uma nova apresentação.

O Concurso de Bandas João Rock em 2019 teve o apoio da Budweiser. A marca, além de sempre estar ao lado de grandes músicos e festivais, é uma das principais incentivadoras dos novos gêneros da música.

Ingressos

Os últimos convites, limitados dos setores Pista, Camarote João Rock e Pista Premium estão disponível nas lojas Ophicina do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto e do Novo Shopping e, também pelo site oficial www.joaorock.com.br.