Na manhã desta terça, 22 de Janeiro, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Barretos informou que fraude descoberta na folha de pagamento que resultou no afastamento de 105 servidores municipais, até o momento, vem sendo investigada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado – GAECO, desde o mês passado.

O prefeito Guilherme Ávila revelou que vem colaborando com as investigações desde a descoberta da fraude e tem disponibilizado todas as informações para que os verdadeiros envolvidos no esquema que desviou mais de R$ 11 milhões dos cofres públicos sejam identificados e punidos.

“Não revelamos essa informação antes para não prejudicar o andamento da investigação que, até então era sigilosa. Mas agora fomos autorizados a revelar essa informação”, disse Ávila.