Pular para o conteúdo
Início » Prato colorido o ano todo: como incluir ingredientes da estação no dia a dia e melhorar os hábitos alimentares

Prato colorido o ano todo: como incluir ingredientes da estação no dia a dia e melhorar os hábitos alimentares

Hábitos saudáveis refletem positivamente em nós. Manter-se ativo, praticar exercícios físicos e cuidar da alimentação são boas práticas para o corpo manter-se saudável. Uma dieta equilibrada, com os nutrientes, vitaminas, proteínas, fibras e minerais nas proporções adequadas é fundamental para o bom funcionamento do organismo.

Para que a alimentação seja saudável, variedade e equilíbrio são fundamentais. A natureza é sábia e, em cada época do ano, proporciona alimentos diferentes para mantermos essa harmonia necessária.

No verão, abacate, acerola e melancia são algumas das frutas da estação, assim como no caso dos legumes o jiló, o quiabo e o pepino brilham. No caso das verduras, chicória, rúcula e espinafre reinam. No outono, há abundância de caqui, graviola, mexerica, berinjela, chuchu, mandioca, palmito, salsa, nabo. Já no inverno, prevalecem kiwi, morango, batata-doce, inhame, couve e brócolis. Por fim, na estação mais florida do ano, a primavera, é mais fácil de encontrar jabuticaba, nêspera, caju, ervilha, beterraba, vagem e rabanete.

Os alimentos ‘da época’ são mais indicados porque estão mais frescos e saborosos. No verão, por exemplo, alguns ingredientes ganham formas inusitadas, como o abacaxi, rico em vitamina C e super versátil, que pode ser consumido tanto como sobremesa quanto como complemento de algum prato e até mesmo em forma de suco.

Citando outra fruta, a manga também é bastante versátil, cheia de sabor e textura, além de combinar com pratos doces ou salgados, como no vinagrete com vários temperos especiais, na salada, na musse ou no suco. As frutas também são ingredientes para todos os dias do ano por serem fontes de fibras e de açúcares bons.

Pensando nisso, a Olga Ri, startup de saladas e bowls oferece 4 cardápios diferentes ao longo do ano, conforme a estação para aproveitar o melhor de cada época e trazer em seus pratos os alimentos mais frescos e saborosos conforme a sazonalidade.

Outro alimento coringa, que independe da estação do ano, é a cenoura. Na salada ou em sucos, pode ser utilizado seu talo para fazer um caldo de legumes e servido nos dias mais frios.

Em relação aos dias frios, engana-se quem pensa que um belo mix de folhas em forma de salada não é adequado. Basta escolher os ingredientes certos. Uma boa pedida é utilizar ingredientes como queijos mais fortes, como os azuis, tornando o prato nutritivo sem perder o sabor.

Para manter uma dieta saudável e equilibrada, o primeiro passo é a consciência dessa necessidade e estar atento à qualidade dos alimentos que se consome, evitando produtos ultraprocessados, pois eles contêm muitos aditivos, conservantes e gorduras, além de que nos processos eles perdem grande parte dos seus nutrientes.

Uma nutrição completa é rica em folhas escuras, vegetais, raízes, grãos integrais, legumes e leguminosas, respeitando a sazonalidade e consumindo produtos locais, geralmente mais frescos e acessíveis. Vale ainda ressaltar que comida boa é aquela que é boa para quem produz, para quem consome e para o meio ambiente, ou seja, de nada adianta a sua alimentação ser ótima, mas o custo ambiental dela ser altíssimo, ou se ela tiver um custo social condenável.

Por Laura Franco, nutricionista parceira da Olga Ri, startup especializada em saladas e bowls olgari@nbpress.com

Sobre a Olga Ri

A Olga Ri é uma startup de alimentos que opera a partir de cloud kitchens entregando saladas para clientes residenciais e corporativos. Com tecnologia de ponta, excelência na operação e uma marca com propósito, trabalha para criar a próxima geração do foodservice no Brasil. Em 2019, recebeu o primeiro aporte de um dos maiores fundos de venture capital da América Latina – a Kaszek Ventures. Mais informações acesse: https://www.olgari.com.br/ .